Mãeana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mãeana
Informação geral
Nome completo Ana Cláudia Lomelino Gonçalves
Nascimento 7 de outubro de 1985 (36 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 Brasil
Gênero(s) Música pop, MPB, música alternativa, música experimental
Ocupação(ões) Cantora e compositora
Período em atividade 2008 - presente
Gravadora(s) Independente (2009-2016)
Sony Music (2016-presente)

Mãeana, nome artístico de Ana Cláudia Lomelino Gonçalves (Rio de Janeiro, 7 de outubro de 1985) é uma cantora e compositora brasileira.[1] Seu disco de estreia, Mãeana, foi lançado em 2015, e conta com composições inéditas de Caetano Veloso e Adriana Calcanhotto.[2][3][4][5][6][7][8][9] Foi vocalista da banda brasileira Tono, que a projetou para a carreira solo.[10][11][12]

Foi considerada pelo jornal O Globo como revelação da MPB.[13] Sua música possui como inspiração o tropicalismo e o feminino.[14][15][16]

Em 2016, colaborou na faixa "Oxumaré", do disco Ascensão, da cantora Serena Assumpção.[17] No mesmo ano, lançou seu primeiro DVD ao vivo, intitulado Mãeana no MAM, pela gravadora Sony Music.[18][19][20]

No final de 2018, entrou em uma turnê colaborativa com Letícia Novaes, em um show intitulado Letrux e Mãeana Cantam Bruxas.[21] Em 2020, planeja lançar o álbum ao vivo Mãeana Canta Xuxa, registro do show em que interpretou músicas da cantora e apresentadora Xuxa com influências de samba-reggae.[22][23]

É casada com Bem Gil, filho do cantor Gilberto Gil. O casal possui dois filhos: Dom e Sereno.[24]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Formato Gravadora
2009 Tono Auge (com Tono) CD, download digital Independente
2010 Tono (com Tono) CD, download digital Independente
2013 Aquário (com Tono) CD, download digital Independente
2015 Mãeana CD, download digital Independente
2016 Mãeana no MAM CD, DVD, download digital Sony Music
2020 Mãeana Canta Xuxa A ser anunciado A ser anunciado

Referências

  1. «Músicas e imagens juntam forças em nova apresentação da cantora Mãeana - 20/01/2017 - Ilustrada - Folha de S.Paulo». m.folha.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  2. «Cantora carioca assume a persona Mãeana e lança DVD em show no Sesc Belenzinho - 15/01/2017 - sãopaulo - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  3. «DVD eterniza embarque espacial de Lomelino na sensorial 'nave-mãeana' | G1 Música Blog do Mauro Ferreira». Mauro Ferreira. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  4. Pimenta, Samuel F. (13 de julho de 2018). «Mãeana». Medium (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  5. «Fascinada por aliens e fã de Xuxa, cantora mãeana lança primeiro disco - 31/01/2016 - Serafina - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  6. «Entrevista | Seja abduzido para o mundo de Mãeana». NOIZE | Música do site à revista. 11 de janeiro de 2017. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  7. «"Se Deusa quiser, gravo meu segundo disco este ano", adianta Mãeana». GQ. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  8. «Eu recomendo: Mãeana - Mãeana». tratore.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  9. «Mãe Ana». Fotografia - Folha de S.Paulo. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  10. «Banda Tono envolve a obra de Jorge Mautner em álbum em que o pensamento vibra mais do que o som». G1. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  11. «Conheça o trabalho excêntrico de Mãeana, persona criada pela cantora Ana Cláudia Lomelino». Só Delas (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  12. «Eu acredito em disco voador». Trip. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  13. «Revelação da MPB, Mãeana usa música e figurino para valorizar o feminino e a maternidade». O Globo. 4 de fevereiro de 2017. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  14. «Mãeana - Shows». Guia Folha. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  15. «03 | Mãeana». Hysteria. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  16. «Mãeana e Letícia Persiles se encontram no projeto A.Nota». VEJA RIO. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  17. «Crítica: A alma e a terra no disco póstumo de Serena Assumpção». O Globo. 12 de julho de 2016. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  18. «Mãeana». Centro Cultural São Paulo. 18 de janeiro de 2019. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  19. Entretenimento, Portal Uai; Entretenimento, Portal Uai (1 de dezembro de 2016). «Álvaro Lancelotti e Mãeana lançam disco na Autêntica». Portal Uai Entretenimento. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  20. «Sesc Belenzinho recebe show sensorial de Mãeana no projeto». immub.org. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  21. «Letrux e Mãeana cantam bruxas». Centro Cultural São Paulo. 11 de dezembro de 2018. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  22. «Ana Cláudia Lomelino apronta álbum com o registro do show 'Mãeana canta Xuxa'». G1. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  23. «Mãeana canta Xuxa: "Não abandono baixinha interior em pleno apocalipse"». miguelarcanjo.blogosfera.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  24. «Gilberto Gil vai ganhar mais um neto: Sereno vem aí». Gente Boa - O Globo. Consultado em 27 de dezembro de 2019