Músculo sóleo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Músculo sóleo
Illu lower extremity muscles.jpg
Músculos da extremidade inferior
Gray438.png
O músculo sóleo e estruturas vizinhas. Esta é uma visão da parte de trás da perna direita; a maior parte do músculo gastrocnêmio foi removida.
Origem Parte proximal e posterior da fíbula, linha do sóleo
Inserção    face medial da tíbia e cabeça da fíbula e a inserção distal no calcâneo.
Vascularização
Inervação Nervo tibial
Ações

O músculo sóleo, ou também solear ou solhar, é um músculo da perna. Encontra-se na panturrilha e, juntamente com as duas cabeças do gastrocnêmio (medial e lateral), formam um único músculo triciptal, habitualmente chamado de tríceps sural, ou tríceps da perna, que sustenta o corpo e movimenta o pé.

O sóleo caracteriza-se como um músculo largo e espesso que ocupa a região posterior da perna até ao calcanhar. É recoberto, em seu terço proximal, pelo músculo gastrocnêmio, porém seu terço distal ultrapassa os limites deste músculo, tornando-se superficial. Na articulação do tornozelo efetua ação idêntica à do gastrocnêmio: extensão do pé sobre a perna, denominada flexão plantar do tornozelo. Embora atue em sinergia com os gastrocnêmios para as ações do tornozelo, não realiza a flexão de joelho, pois sua inserção proximal não passa da articulação do joelho. Sua inserção proximal é aproximadamente de 1/3 intermédio da face medial da tíbia e cabeça da fíbula e a inserção distal no calcâneo (mesmo tendão dos gastrocnêmios).[1][2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O sóleo está localizado no compartimento posterior superficial da perna. Nem todos os mamíferos têm um músculo sóleo; no cavalo, por exemplo, o sóleo é vestigial.[3]

O sóleo exibe diferenças morfológicas significativas entre as espécies. Em alguns animais, como o coelho, ele é fundido por grande parte do seu comprimento com o músculo gastrocnêmio. No ser humano o sóleo forma, em conjunto com o gastrocnêmio medial e lateral, o tendão calcâneo (ou o tendão de Aquiles), que se insere na superfície posterior do calcâneo (ou osso do calcanhar). Em contraste com alguns animais, os músculos sóleo e gastrocnêmio humanos são relativamente separados.[4]

Função[editar | editar código-fonte]

A ação dos músculos da panturrilha, incluindo o sóleo, é a flexão plantar do pé (isto é, eles aumentam o ângulo entre o pé e a perna). Eles são músculos poderosos e são vitais para caminhar, correr e manter o equilíbrio. O sóleo especificamente desempenha um papel importante na manutenção da postura em pé; se não fosse por sua atração constante, o corpo cairia para frente.

Além disso, na postura ereta, o sóleo é responsável por bombear o sangue venoso para o coração a partir da periferia e é frequentemente chamado de bomba do músculo esquelético, coração periférico ou bomba sural (tricipital).[5]

O músculo sóleo tem uma proporção maior de fibras musculares lentas do que muitos outros músculos. Em alguns animais, como a cobaia e o gato, o sóleo consiste em 100% de fibras musculares lentas.[6][7] A composição de fibras de sóleo humano é bastante variável, contendo entre 60 e 100% de fibras lentas.[8]

O sóleo é o músculo mais eficaz para a flexão plantar em uma posição dobrada do joelho. Isso ocorre porque o gastrocnêmio se origina no fêmur, então dobrar a perna limita sua tensão efetiva. Durante o movimento regular (ou seja, caminhada), o sóleo é o principal músculo utilizado para a flexão plantar, devido às fibras de contração lenta resistirem à fadiga.[9]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Agur, Anne M.; Ng-Thow-Hing, Victor; Ball, Kevin A.; Fiume, Eugene; McKee, Nanacy Hunt (2003). «Documentation and Three-Dimensional Modelling of Human Soleus Muscle Architecture». Clinical Anatomy. 16 (4): 285–293. PMID 12794910. doi:10.1002/ca.10112 
  2. Hodgson, JA; Finni, T; Lai, AM; Edgerton, VR; Sinha, S (2006). «Influence of structure on the tissue dynamics of the human soleus muscle observed in MRI studies during isometric contractions». J Morphol. 267: 584–601. PMID 16453292. doi:10.1002/jmor.10421 
  3. Meyers, Ron A.; Hermanson, John W. (2006). «Horse Soleus Muscle: Postural Sensor or Vestigial Structure?» (PDF). The Anatomical Record Part A: Discoveries in Molecular, Cellular, and Evolutionary Biology. 288 (10): 1068–1076. PMID 16952170. doi:10.1002/ar.a.20377 
  4. Bojsen-Møller, Jens; Hansen, Philip; Aagaard, Per; Svantesson, Ulla; Kjaer, Michael; Magnusson, S. Peter (2004). «Differential displacement of the human soleus and medial gastrocnemius aponeuroses during isometric plantar flexor contractions in vivo». J Appl Physiol. 97 (5): 1908–1914. PMID 15220297. doi:10.1152/japplphysiol.00084.2004 
  5. Botta G, Piccinetti A, Giontella M, Mancini S (2001). «Il potenziamento dell'attività di pompa venosa del tricipite surale in ortopedia e traumatologia mediante l'utilizzo di una nuova apparecchiatura di ginnastica vascolare» [Strengthening of venous pump activity of the sural tricipital in orthopaedics and traumatology by means of a new equipment for vascular exercise] (PDF). Giornale Italiano di Ortopedia e Traumatologia (em Italian). 27: 84–8 
  6. Ariano MA, Armstrong RB, Edgerton VR (1973). «Hindlimb muscle fiber populations of five mammals». The Journal of Histochemistry and Cytochemistry. 21 (1): 51–5. PMID 4348494. doi:10.1177/21.1.51 
  7. Burke RE, Levine DN, Salcman M, Tsairis P (1974). «Motor units in cat soleus muscle: physiological, histochemical and morphological characteristics». The Journal of Physiology. 238 (3): 503–14. PMC 1330899Acessível livremente. PMID 4277582. doi:10.1113/jphysiol.1974.sp010540 
  8. Gollnick PD, Sjödin B, Karlsson J, Jansson E, Saltin B (1974). «Human soleus muscle: a comparison of fiber composition and enzyme activities with other leg muscles». Pflügers Archiv. 348 (3): 247–55. PMID 4275915. doi:10.1007/BF00587415 
  9. Saladin, Kenneth S. Anatomy & Physiology: The Unity of Form and Function. 6th ed. New York, NY: McGraw-Hill, 2007. Print.
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.