Mangue Seco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde dezembro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mangue Seco.

Mangue Seco é uma pequena vila de pescadores e praia de mesmo nome em Jandaíra, município brasileiro do estado da Bahia, é a última praia no extremo norte do litoral baiano, fazendo divisa com o estado de Sergipe (a população não ultrapassa 200 habitantes).[1] A beleza do local foi bem retratada na novela Tieta, veiculada pela Rede Globo em 1989 e inspirada no romance Tieta do Agreste, do escritor baiano Jorge Amado. Localizada as margens do rio Real, na divisa da Bahia com Sergipe, está a 250 km de Salvador através da Linha Verde em bom estado de conservação. No entanto, a forma mais prática de se chegar é via Aracaju. Com a inauguração em 2010 da Ponte Joel Silveira, que atravessa o rio Vaza-Barris, pode-se seguir as praias via litoral Sul de Sergipe, seguindo-se a estrada até o Porto da Nangola onde tem a ponte Gilberto Amado no povoado do Porto do Mato é possível travessia do rio Real para Mangue Seco.

As poucas ruas são cobertas de areia macia branca que forma uma paisagem composto de dunas e coqueirais à beira mar. Por toda a margem, espalham-se pousadas, bares, restaurantes e casas de pescadores, criando uma boa estrutura de apoio para os turistas. Apesar de famosa, a pequena vila tem, na realidade, o nome verdadeiro de Santa Cruz da Bela Vista.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.