Martinismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O selo martinista
.

Martinismo é uma escola de pensamento místico-filosófica, derivada dos ensinamentos e escritos de Martinez de Pasqually e de Louis Claude de Saint-Martin[1], relacionada com o cristianismo esotérico e a mística judaica. É também a designação de um rito da maçonaria.[2]

A escola de Martinez, restringiu-se à Teurgia, à prática operativa, enquanto que a escola de Louis Claude de Saint-Martin estendeu-se à chamada senda mística ou cardíaca.[3]

Papus foi o fundador do martinismo moderno. Iniciado em 1882 por Henri Delaage na Sociedade dos Filósofos Desconhecidos, ordem fundada no século XVIII por Louis Claude de Saint-Martin, fundou em 1931 a Ordre Martiniste Traditionnel, da qual derivam diversos grupos contemporâneos.[4][5]


Notas

  1. Encyclopaedia Britannica. vol. XXIV edição 1911 ed. pp. Pág. 29. 
  2. Encyclopedia of Freemasonry (em linha). «Martinism» (em inglês). Consultado em 20 de Março de 2011. 
  3. WAITE, Arthur Edward (1921). A New Encyclopedia of Freemasonry, Volume II (em inglês) (Nova York [s.n.]). p. 157 e 158. ISBN 978-1-60206-643-4. Consultado em 20 de Março de 2011. 
  4. «Biografia de Papus» (em francês). Consultado em 27/Fev/2011. 
  5. «Biografia de Papus hermanubis». Consultado em 27/Fev/2011. 
Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.