Mass Effect: Andromeda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mass Effect: Andromeda
Produtora(s) BioWare
Editora(s) Electronic Arts
Diretor(es) Mac Walters[1]
Produtor(es) Fabrice Condominas
Mike Gamble
Designer(s) Ian Frazier
Escritor(es) Chris Schlerf
Artista(s) Joel MacMillan
Motor Frostbite 3[2][3]
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Série Mass Effect
Data(s) de lançamento 21 de Março de 2017
Género(s) Role-playing de acção
Modos de jogo Um jogador, multijogador

Mass Effect: Andromeda é um videojogo de role-playing de ação de tiro em terceira pessoa, produzido pela BioWare e publicado pela Electronic Arts para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.[4] Andromeda foi oficialmente anunciado a 15 de Junho de 2015 durante a conferencia de imprensa da Electronic Arts na E3. É o quarto titulo principal da série Mass Effect e tem lançamento agendado para o inicio de 2017.[5]

De acordo com o produtor, Mass Effect: Andromeda decorre num lugar muito distante e muito tempo depois dos eventos da trilogia original com “novos mundos excitantes para descobrir, grandes personagens e acção intensa [...] Irás explorar uma nova galáxia, Andrómeda".

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Em Mass Effect: Andromeda os jogadores podem escolher ser uma personagem humana feminina ou masculina para além de puderem pilotar o novo Mako.[6]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mass Effect: Andromeda acontece em paralelo a Mass Effect 3, a centenas de Anos-luz da Terra com “novos mundos excitantes para descobrir, grandes personagens e ação intensa [...]Você Irá explorar uma nova galáxia, Andrómeda em busca de novas civilizações, lugares para colonização humana, e pilotar o novo e melhorado Mako [...] Você vai ter uma nova equipe de aventureiros com quem vai trabalhar, aprender, lutar e apaixonar-te.”[6]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Andromeda foi pela primeira vez referenciado em Novembro de 2012 com tweets pelo ex-produtor da BioWare, Casey Hudson.[7] No mesmo mês, a BioWare anunciou que estavam a trabalhar num novo projecto Mass Effect e que iriam usar o motor da DICE, o Frostbite 3, tal como em Dragon Age: Inquisition.[8] Em Março de 2013, Hudson revelou na PAX East que a empresa já estava a trabalhar no próximo capitulo da série. O jogo foi oficialmente anunciado em como estava em produção durante a E3 2014. De acordo com Chris Priestly, a BioWare não quer que as pessoas se refiram ao jogo como Mass Effect 4:

Quem chamar ao próximo jogo Mass Effect 4 ou 'ME4' está a fazer um mau serviço e a criar confusão. Já dissemos que a triologia Commander Shepard acabou e que ele não fará parte do próximo jogo. É o único detalhe que tenho do jogo [...] Eu não chamo ao jogo ME4 quando falo sobre ele, [porque] faz as pessoas pensar sobre "o que aconteceu depois de Mass Effect 3" em vez de "que jogo virá agora dentro do universo Mass Effect". Obviamente que os fãs irão especular, até nós revelarmos os detalhes nos próximos anos ou meses, visto que agora não temos detalhes nenhuns, apenas não entrem na ideia 'como é que eles irão continuar ME3.'
Chris Priestly

Esta afirmação foi ainda reforçada por Yanick Roy, chefe da BioWare, dando enfase que a triolofgia tinha acabado e que estavam a trabalhar numa nova história para o universo Mass Effect. Na E3 2014, foi mostrado muito brevemente o próximo capitulo Mass Effect, com filmagens conceptuais e alguma informação.[9] Em Janeiro de 2015, foi dito que estavam 200 pessoas a trabalhar no próximo jogo e que seria lançado em 2016.[10] Foi sugerido que o titulo não seria Mass Effect 4 e que o Mako, um veiculo usado no primeiro Mass Effect, estaria de regresso para o quarto jogo.[11] Também foi confirmado que haverá uma componente multijogador.[12]

Mass Effect: Andromeda foi revelado com um video em Junho de 2015, durante a conferencia de imprensa da EA na E3 2015.[4][6] O jogo está a ser produzido com o motor Frostbite 3 da DICE para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One,[13][14] e tem lançamento previsto para o inicio de 2017.[5] A BioWare também referiu que quer combinar as melhores partes de um jogo Mass Effect: novos mundos excitantes para descobrir, grandes personagens e acção intensa, enquanto que ao mesmo tempo, expandir aquilo que os jogadores esperam de um jogo Mass Effect.[4][6]

Referências

  1. Lee Hutchinson (16 de junho de 2015). «Ars sits down with BioWare to talk about Mass Effect: Andromeda». Ars Technica. Condé Nast. Consultado em 24 de junho de 2015 
  2. «Mass Effect: Andromeda». Mass Effect Official Website. Consultado em 24 de junho de 2015 
  3. «Future Frostbite Games». Frostbite.com. Consultado em 24 de junho de 2015 
  4. a b c «E3 2015: First Mass Effect Andromeda story details revealed». IGN. BioWare. 15 de junho de 2015. Consultado em 16 de junho de 2015 
  5. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome release
  6. a b c d BioWare (15 de junho de 2015). «Introducing Mass Effect™: Andromeda». Official BioWare Blog. Consultado em 23 de junho de 2015 
  7. Hudson, Casey. «New mass effect game» 
  8. BioWare (12 de novembro de 2012). «An Update From BioWare Montreal | BioWare Blog». Blog.bioware.com. Consultado em 7 de janeiro de 2013 
  9. «E3 2014: New Mass Effect Contains "Nods" for Fans of the Original Trilogy». Consultado em 207-2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. Bhat, Aditya (19 de janeiro de 2015). «Mass Effect 4: New Details Reveal its Massiveness, Possible Release Date and Nearly 200 Devs Engaged in Development». Consultado em 10 de março de 2015 
  11. Martin, Chris (19 de janeiro de 2015). «Mass Effect 4 release date and features: Set for 2016 with new characters and places». Consultado em 10 de março de 2015 
  12. «Mass Effect 4 multiplayer on the cards» 
  13. Craig Chapple (15 de junho de 2015). «E3 2015: Frostbite-powered Mass Effect Andromeda revealed». Develop-Online. Consultado em 24 de junho de 2015 
  14. Haas, Pete. «Mass Effect 4 Is Mass Effect Andromeda, Watch The First Trailer Now». Cinema Blend. Consultado em 24 de junho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]