Matt LaFleur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Matt LaFleur

LaFleur em 2019
Green Bay Packers
Treinador principal
Informações pessoais
Data de nascimento: 03 de novembro de 1979 (41 anos)
Local de nascimento: Mount Pleasant, Michigan
Informação da carreira
Faculdade: Universidade Ashland
Nenhuma aparição em temporada regular ou em playoffs.
História da carreira
 Como técnico:
Como treinador principal
  • Chegou 2x na Final da NFC (2019,2020)
  • 26 vitórias em temporada regular
  • Invicto nos jogos divisionais (NFC Norte) de 2019
Pontos altos na carreira e prêmios
* N/A
Estatísticas de carreira na NFL até a Temporada de 2020
Temporada regular     26–6 (81,25%)
Playoffs     2-2 (50%)
Total     28-8 (77,78%)

Matthew LaFleur ou Matt LaFleur (Michigan, 3 de novembro) é um técnico de futebol americano. Atualmente, ocupa o cargo de Head Coach da Franquia Green Bay Packers, a qual é uma das 32 equipes que compõem a National Football League.[1]

Primeiros anos no esporte[editar | editar código-fonte]

Incialmente em sua carreira, LaFleur, ao ingressar na Western Michigan University, jogou como wide receiver entre os anos de 1998 e 1999. Posteriormente, atuou como quarterback pela Saginaw Valley State, entre 2000 e 2002.

Depois de seu período de atleta, Matt optou por seguir a sua vida atuando na parte técnica do esporte, trabalhando na comissão ofensiva de diferentes universidades, a saber: Saginaw Valley State, Central Michigan University, Northern Michigan University e Ashland University.

Carreira como treinador na NFL[editar | editar código-fonte]

Houston Texans[editar | editar código-fonte]

Em 2008, após trabalhar no college football, LaFleur assinou o seu primeiro contrato com uma franquia da NFL, sendo recrutado pelo Houston Texans para o cargo de assistente ofensivo, desenvolvendo, já nesta época, uma relação de amizade com o até então coordenador ofensivo da equipe Kyle Shanahan.[2].

Washington Football Team[editar | editar código-fonte]

Ao ser contratado pelo Washington Redskins, o pai de Kyle, Mike Shanahan, a pedido de seu filho, trouxe Matt para ser o treinador de quartebacks de Washington (cargo que já ocupara em anos passados no college football) [3]

Notre Dame[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Matt voltou para o College Football como treinador de quarterbacks de Notre Dame.

Atlanta Falcons[editar | editar código-fonte]

LaFleur retornou para a NFL, em 2015, como treinador de quarterbacks do Atlanta Falcons, trabalhando, mais uma vez, com o seu amigo Kyle Shanahan (coordenador ofensivo da equipe).

Matt LaFleur em Atlanta

No ano de 2016, Matt teve um papel importante ao ajudar o quarterback da equipe, Matt Ryan, a ganhar o prêmio de Most valuable player. Além disso, a equipe teve uma ótima campanha na temporada, ganhando 11 partidas, e perdendo somente no Super Bowl para o New England Patriots. [4]

Los Angeles Rams[editar | editar código-fonte]

Após o belo trabalho em Atlanta, Lafleur foi contratado em 2017 pelo Los Angeles Rams do Head Coach Sean McVay (seu antigo companheiro em Washington) para ocupar o cargo de coordenador ofensivo da equipe. [5]

Tennessee Titans[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2018, o Tennesse Titans contratou LaFleur para, junto do Head Coach Mike Vrabel, compor a comissão técnica da franquia. Agora, foi delegada a Matt a responsabilidade de chamar as jogadas do ataque, coisa que anteriormente nunca fora de sua responsabilidade. [6]

Green Bay Packers[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2019, LaFleur foi contratado pelo Green Bay Packers para ser o sucessor de Mike McCarthy no cargo de Head Coach da equipe. Esta contratação representou o ponto alto na carreira de Matt, porquanto, diferentemente dos trabalhos realizados anteriormente, o mesmo foi requisitado pela primeira vez em sua carreira para ser o treinador principal de uma franquia da NFL.[7]

  • Temporada de 2019

A primeira campanha liderada por Matt foi surpreendente. O time, após anos difíceis sob o comando de McCarthy, somada às últimas lesões de seu quarterback Aaron Rodgers, ganhou a sua divisão de forma invicta, chegando à final de conferência da liga nacional com uma campanha de 13 vitórias e 3 derrotas.

Com novos reforços na parte defensiva, Mike Pettine (coordenador defensivo de LaFleur) fez um bom trabalho conduzindo à equipe à pós temporada através de uma defesa que, mediante o seu forte front seven, pressionou o quarterback adversário. Nesse contexto, Zadarius Smith e Preston Smith foram adições fundamentais para a consolidação do pass rush junto do Defensive Tackle Kenny Clark.

  • Temporada de 2020

LaFleur repetiu em 2020 a campanha de 13 vitórias que havia feito em 2019, mas dessa vez sendo o mentor de um dos ataques mais explosivos da liga, o qual foi sabiamente comandado por Aaron Rodgers. Rodgers repetiu o feito de 2011 e 2014, sendo eleito o jogador mais valioso da temporada mais uma vez.

Ao lado de Rodgers, Davante Adams (wide receiver), Aaron Jones (running back) e a linha ofensiva foram os grandes pupilos da temporada para os cabeças de queijo.

Ajudada pelos tight ends (Marcedes Lewis), e tendo nomes como Corey Linsley, Elgton Jenkins e David Bakhtiari, a linha ofensiva de Green Bay deu tranquilidade para que Rodgers conectasse os seus recebedores no pocket, bem como permitiu o belo encaixe do jogo terrestre como Jones e Jamaal Williams. Graças a ela, e ao belo trabalho de Adam Stenavich com coordenador, Matt encontrou uma base para fundamentar o seu playbook, e impor a sua filosofia west coast offense.

Nos playoffs, o Green Bay Packers venceu o Los Angeles Rams em seu primeiro jogo no NFL divisional round, mas, ao avançar para a final de conferência, foi incapaz de vencer o Tampa Bay Buccanears de Tom Brady, que posteriormente ganharia o Super Bowl contra o Kansas city Chiefs nesta mesma temporada.

Números como Head Coach[editar | editar código-fonte]

Time Ano Temporada regular Playoffs
Vitórias Derrotas empates Títulos de divisão Melhor técnico do ano Vitórias Derrotas Resultado
GB 2019 13 3 0 Primeiro na NFC North 0 1 1 Derrota para o San Francisco 49ers no NFC Championship Game
GB 2020 13 3 0 Primeiro na NFC North 0 1 1 Derrota para o Tampa Bay Buccaneers no NFC Championship Game
Total 26 6 0 2 0 2 2

Fontes[editar | editar código-fonte]