Mia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mia
'
Nascimento século VI a.C.
Crotone
Morte século VI a.C.
Crotone
Progenitores
Cônjuge Mílon de Crotona
Irmão(s) Mnesarchus, Damo
Ocupação filósofa, matemática,

Myia (em grego clássico: Μυῖα, significando "mosca"[1]) foi uma filósofa pitagórica[2] e poetisa,[2][1] considerada bela.[1] Ela era filha de Teano[2] e Pitágoras.[1]

Foi casada com Milo de Crotona, o famoso atleta.[3] Luciano, em seu "Em honra de um voo", diz que poderia falar muito sobre a vida de Myia, filha de Pitágoras, não fosse esta já conhecida de todos.[1]

Como as outras filósofas pitagóricas escreveu sobre a aplicação do princípio no cotidiano da mulher.[carece de fontes?] Ela é citada por Clemente de Alexandria na obra Stromata[2] e por Jâmblico no escrito Vida de Pitágoras.[4]

Referências

  1. a b c d e Luciano de Samósata, The Fly, an appreciation em linha
  2. a b c d Clemente de Alexandria. Stromata (em inglês). IV.19,. [S.l.: s.n.] 
  3. Johann Albert Fabricius, Bibliotheca Græca, sive notitia scriptorum veterum Græcorum, quorumcunque monumenta integra, aut fragmenta edita extant: tum plerorumque è mss. ac deperditis: 1, Volume 1 , Milon Crotoniata, p.508 google books (em latim)
  4. WAITHE, Mary Ellen. The history of women philosophers. Londres

Ligações externas[editar | editar código-fonte]