Micah Christenson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Micah Christenson
Voleibol
Nome completo Micah Makanamaikalani Christenson
Representante  Estados Unidos
Nascimento 8 de maio de 1993 (28 anos)
Honolulu, Havaí, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Compleição Peso: 88kg Altura: 1,98m
Posição Levantador
Nível Profissional
Clube Rússia Zenit Kazan
Medalhas
Competidor dos Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Jogos Olímpicos
Bronze Rio 2016 Equipe
Campeonato Mundial
Bronze Itália/Bulgária 2018 Equipe
Liga das Nações
Prata Chicago 2019 Equipe
Bronze Lile 2018 Equipe
Copa do Mundo
Ouro Japão 2015 Equipe
Bronze Japão 2019 Equipe
Liga Mundial
Ouro Florença 2014 Equipe
Bronze Rio de Janeiro 2015 Equipe
Campeonato NORCECA
Ouro Colorado Springs 2017 Equipe
Ouro Langley 2013 Equipe

Micah Makanamaikalani Christenson (Honolulu, 8 de maio de 1993) é um voleibolista indoor profissional estadunidense que atua na posição de levantador.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Christenson atuou no voleibol universitário pela Universidade do Sul da Califórnia, onde cursou biologia humana.[1] Atuou profissionalmente pela primeira vez com o Cucine Lube Civitanova, clube da primeira divisão do campeonato italiano.[2] Nas três temporadas em que atuou pelo clube de Treia, o havaiano conquistou o título do Campeonato Italiano e da Copa da Itália na temporada 2016-17.[3][4] Na temporada seguinte conquistou dois vice-campeonatos: a Liga dos Campeões da Europa e o Mundial de Clubes.[5][6] Em 2018 assinou contrato com o Leo Shoes Modena, onde conquistou o título da Supercopa da Itália.[7]

Em 2021 o levantador foi apresentado como o novo reforço do Zenit Kazan.[8]

Seleção[editar | editar código-fonte]

A primeira atuação do levantador com a seleção americana foi no Campeonato Mundial Sub-17 em 2009. Em 2013 foi convocado para atuar na seleção profissional adulta para competir o Campeonato NORCECA, onde conquistou seu primeiro título da carreira, e a Copa dos Campeões, onde ficou na 5ª colocação.[9] No ano seguinte conquistou o título da Liga Mundial de 2014, que ocorreu em Florença, Itália; na ocasião a seleção norte-americana derrotou a seleção brasileira por 3 sets a 1 com parciais de 31-29, 21-25, 25-20 e 25-23.[10] Em 2016, representando seu país nos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, conquistou a medalha de bronze ao derrotar a seleção russa pela disputa do terceiro lugar no pódio.[11][12]

Em 2019, em seu país natal, conquistou o vice-campeonato na segunda edição da Liga das Nações, que ocorreu em Chicago.[13] Em 2021, em sua segunda participação olímpica, ficou em 10º lugar após ficar na 5ª colocação do grupo B nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O nome do meio de Micah Christenson é Makanamaikjalani, que significa “presente do céu”. Os pais de Christenson lhe deram esse nome porque sua mãe teve que se submeter a uma cirurgia enquanto estava grávida e não se sabia se ele sobreviveria.[1] Em 2016 o atleta casou-se com Brooke Fournier, no Havaí; juntos o casal têm dois filhos: Ezekiel, nascido em 2018, e Quinn, nascido em 2020.[1][14]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «MICAH CHRISTENSON» (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  2. «Lube Welcomes Star Setter Micah Christenson» (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  3. «Comunicato Stampa della Lega Pallavolo Serie A» (em italiano). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  4. «Lube Campeão da Copa Itália». Consultado em 25 de novembro de 2021 
  5. «Zenit KAZAN claim sixth Champions League title after spine-tingling final» (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  6. «Cruzeiro vence Belchatow e fica com o terceiro lugar no Mundial». Consultado em 25 de novembro de 2021 
  7. «Volley, Supercoppa a Modena Velasco schianta Trento al tiebreak» (em italiano). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  8. «Com pizza havaiana, Zenit Kazan "apresenta" Christenson». Consultado em 25 de novembro de 2021 
  9. «USA goes to the FIVB Grand Champions Cup» (em inglês e espanhol). Consultado em 25 de novembro de 2021 
  10. «Talking Stats: USA join World League’s multiple gold medal club; Italy win back-to-back bronze». FIVB.org (em inglês). Consultado em 23 de novembro de 2021 
  11. «Elenco USA'16». Consultado em 21 de agosto de 2016 
  12. «EUA conseguem virada incrível, levam bronze e deixam última campeã Rússia sem medalha». ESPN. Consultado em 23 de novembro de 2021 
  13. «Rússia derrota os EUA e é bicampeã da Liga das Nações». Consultado em 25 de novembro de 2021 
  14. «Micah Christenson Gets Married In Hawaii» (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]