Michael Amott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Amott
Arch Enemy (M. Amott) 01.jpg
Informação geral
Nome completo Michael Amott
Nascimento 28 de julho de 1970 (46 anos)
País  Inglaterra
Gênero(s) Death metal/Death metal melódico
Instrumento(s) Guitarra

Michael Amott (Londres, Inglaterra, 28 de julho de 1970) é um guitarrista e compositor Anglo-Sueco. É membro fundador das bandas Arch Enemy, Spiritual Beggars, e Carnage, também é ex-membro da banda de death metal Carcass. Ele é o irmão mais velho de Christopher Amott. Algumas de suas maiores influências na música tem sido Michael Schenker e Dave Mustaine.

Após o Carcass, fundou a banda de stoner rock Spiritual Beggars. Em 1996 fundou a banda Arch Enemy, juntamente com seu irmão e guitarrista Christopher Amott, e o vocalista Johan Liiva, ex-companheiro do Carnage.

Foi classificado #74 de 100 Melhores Guitarristas de Heavy Metal de Todos os Tempos pela Guitar World.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cresceu em Halmstad, Suécia, começou a tocar guitarra durante sua adolescência, aprendendo a tocar copiando bandas punk/hardcore e thrash metal/speed metal de sua coleção de discos. Michael logo passou a um novo nível no seu modo de tocar e tornou-se influênciado por guitarristas como Frank Marino, Michael Schenker, Dave Mustaine, Adrian Smith, e Uli Jon Roth. Ele afirmou em revistas de guitarra que tem preferência por escalas pentatônicas. Michael co-formou a banda de death metal, Carnage, em 1988 com o vocalista Johan Liiva, e lançou duas fitas demo que foram amplamente negociadas, ganhando interesse instantâneo no underground. Atormentado por constantes mudanças na formação, o Carnage gravou seu único álbum Dark Recollections com Michael como único membro original, mas finalmente quando o álbum foi lançado pela gravadora Necrosis em 1990, a banda já havia se separado.

Pouco tempo depois, Michael foi recrutado pela banda Carcass em 1990, e lançou o álbum seminal Necroticism - Descanting the Insalubrious em 1991, a banda ainda viria a lançar seu álbum mais vendido, Heartwork, em 1993, ajudando a definir o que hoje é conhecido como death metal melódico.

Michael saiu do Carcass em 1993, e decidiu formar uma banda influenciada pelo rock clássico, Spiritual Beggars. A banda lançou seu álbum de estréia Spiritual Beggars em 1994, que levou a assinar um contrato com a gravador européia Music for Nations, que lançou Another Way to Shine em 1996.

Técnica[editar | editar código-fonte]

Playing liderança de Michael incorpora as sensibilidades modernas, mantendo o espírito e gosto de jogadores de metal clássico dos anos 70. Isto é verdade não só no contexto do metal "retro" de Spiritual Beggars, mas dentro de death metal melódico do Arch Enemy também. Amott é autodidata e sua influência mais imediata é Michael Schenker. Ele usa uma mistura de licks pentatônicas e eólicos, em vez de os estilos neo-clássicos mais comuns que você pode esperar de um jogador daquela geração. Ele também reconhece a inspiração por Uli Jon Roth, Frank Marino, Ritchie Blackmore e Tony Iommi, mas estes são menos obivous em seu jogo. Amott tende a favorecer o pedal wah, usando-o como um filtro dinâmico para alterar o tom de uma nota, "a la Schenker", ou como um meio para colocar um acento dramático em trinados e curvas. Amott também é conhecido por sua ampla e expressiva técnica vibrato. 

Bandas[editar | editar código-fonte]

  • Disaccord (guitarra, 1983-1984, 1986-1988)
  • Carnage (guitarra, 1989-1991)
  • Carcass (guitarra, 1990-1993, 2008-2012)
  • Spiritual Beggars (guitarra, 1994-presente)
  • Arch Enemy (guitarra, 1996-presente)
  • Candlemass (guitarra, 1997-1998)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Michael Amott


  1. GUITAR WORLD's 100 Greatest Heavy Metal Guitarists Of All Time BLABBERMOUTH.NET. Visitado em 2015-08-05.