Michael Redgrave

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Redgrave
Michael Redgrave em 1973
Nome completo Michael Scudamore Redgrave
Nascimento 20 de março de 1908
Bristol, Gloucestershire
Nacionalidade britânico
Morte 21 de março de 1985 (77 anos)
Denham, Buckinghamshire
Ocupação Ator
Atividade 1936 - 1975
Cônjuge Rachel Kempson (m. 1935-1985; até sua morte)
Festival de Cannes
Prémio de interpretação masculina
1951
IMDb: (inglês)

Michael Scudamore Redgrave, CBE (Bristol, 20 de março de 1908Denham, 21 de março de 1985) foi um ator britânico nascido na Inglaterra.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho dos atores Margaret Scudamore e Roy Redgrave, ele nasceu praticamente em um teatro. Era embalado pela mãe com sonetos de Shakespeare e fez sua estreia nos palcos ainda bebê em uma peça estrelada pelos pais.

Foi considerado um dos maiores atores ingleses do século XX e um dos melhores intérpretes da obra de Shakespeare nos palcos. Estreou no cinema em 1938 em "A Dama Oculta" de Alfred Hitchcock e foi o primeiro ator britânico a receber a Palma de Ouro de melhor ator no Festival de Cannes.

Foi casado com a atriz Rachel Kempson, desde 1935 até a sua morte. O casal teve três filhos, todos eles atores: Vanessa Redgrave, Lynn Redgrave e Corin Redgrave. O ator é avô dos atores Natasha Richardson, Joely Richardson, Carlo Gabriel Nero e Jemma Redgrave.

Em 1983 ele publicou sua autobiografia e nela confessa: "Deixei algumas boas lembranças atrás de mim e um ou dois filmes de que não me envergonho".

Faleceu em 21 de março de 1985. Encontra-se sepultado em St Pauls Churchyard, Grande Londres, Londres na Inglaterra.[1]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.