Michelle Nascimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michelle Nascimento
Informação geral
Nome completo Michelle dos Santos Nascimento Pires
Nascimento 8 de novembro de 1984 (31 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Música cristã contemporânea.
Período em atividade 2005-atualmente
Gravadora(s) Line Records (2005 - 2011)
MK Music (2012 - atualmente)
Afiliação(ões) Rose Nascimento, Mattos Nascimento, Wilian Nascimento, Gisele Nascimento
Página oficial Site Oficial

Michelle Nascimento (Rio de Janeiro, 8 de novembro de 1984) é uma cantora e compositora de música cristã contemporânea.[1] Michelle é filha de Tuca Nascimento, que também é seu produtor. Michelle é a irmã de Gisele Nascimento e Michel Nascimento e sobrinha de cantores conhecidos como Mattos Nascimento e Rose Nascimento. Mãe de Lavinea e esposa de Victor Pires. Começou sua carreira aos vinte e um anos de idade.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Michelle vem de uma família de renome na música evangélica brasileira, a família Nascimento, nacionalmente conhecida através dos trabalhos musicais do seu pai Tuca Nascimento dos seus tios cantores Mattos, Rose, Marcelo, Gisele sua irmã e Willian e John Nascimento seus primos.[2] Apesar de ter sido criada em um lar protestante, afastou-se da fé cristã aos 16 anos, neste período Michelle ficou grávida de sua filha Lavínea. Retornando porém, quatro anos depois, aos 21 anos de idade. Uma das músicas que marcou muito sua vida nesta época é Não Ceda da sua tia Rose Nascimento.[carece de fontes?]

Em 2005, lança seu álbum de estréia pela gravadora Line Records, Toque de Fé. Seu segundo álbum foi lançado em 2007, chamado Chegou o Tempo. Nesse mesmo período, foi reconhecida em algumas partes do mundo como Estados Unidos, Portugal, Londres e Israel.[carece de fontes?]

Ao longo de sua carreira, Michelle já participou de projetos que visavam à arrecadação de ajudas para a África, aldeias de índios em Miranda, no Mato Grosso do Sul, construção de uma escola de missionários no Ceará e a arrecadação de 8 toneladas de alimentos e 1.500 tênis novos para as vítimas dos alagamentos e deslizamentos do Rio de Janeiro. Sua última participação foi no Projeto Malawi.[1]

Em 2009, Michele lança o CD A Quem Enviarei, lançado em janeiro de 2009, O trabalho baseia-se na passagem bíblica de Isaías 6.8.[3] A produção foi de seu pai. Participaram também do disco sua irmã Gisele e a cantora Aline Santana.[1] Em 2011, lança um álbum chamado Michelle Nascimento e Família.[4]

Em 28 de abril de 2011, assinou contrato com a MK Music.[5]

Em 2012, Michelle lança seu primeiro álbum pela gravadora carioca MK Music, chamado Louve e Adore.[6], album recheado de canções pentecostais foi bem aclamado pela critica especializada, recebendo um ano depois disco de ouro por mais de 40 mil copias vendidas. [7]

Em 2013, lança outro álbum pela MK, intitulado Batalha contra o Mal, com a produção musical de seu pai, Tuca Nascimento, produção vocal de sua irmã Gisele e a participação de seu primo Willian na música Clame.[8]. quase dois anos depois também recebe a premiação de disco de ouro por mais de 40 mil cópias vendidas [9]

Em 2014, é formado o Trio Nascimento, junto com sua irmã Gisele e seu primo Wilian para o lançamento do primeiro disco Marque uma geração, álbum que causou muita expectativa no publico [10].

Em 2015 grava seu terceiro CD pela Gravadora MK Music, tem por título Desafio no Deserto do compositor André Feire e foi produzido pelo seu pai Tuca Nascimento.o CD inclui várias participações especiais como do seu primo Jhon Nascimento, da Pastora e Cantora Fernanda Brum[11] e do seu Marido Vitor Pires na canção Pra Sempre (Forever) que foi produzida pela Michelle Nascimento.

Michelle e sua família congregam na Igreja Batista Atitude - Central da Barra.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Troféu Talento
  • 2006: Revelação Feminina - (Venceu)
  • 2006: Regravação - Antes Que Seja Tarde - (Indicado)
  • 2008: Cantora do Ano - (Indicado)
Troféu Promessas
  • 2012: Melhor Clipe - Louve e Adore - (Indicado)
  • 2012: Melhor Cantora - Ela Mesma - (Indicado)
  • 2012: Melhor CD Pentecostal - Louve e Adore - (Indicado)

Troféu de Ouro

  • 2015: Destaque Nacional - Trio Nascimento (Venceu)
  • 2016: Melhor Videoclipe - Desafio no Deserto - (Venceu)

Referências

  1. a b c d Letras.com.br. «Biografia de Michelle Nascimento». Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  2. Leiliane Roberta Lopes. «Família Nascimento reunida para lançamento da biografia de Noêmia Nascimento». Gospel Prime. Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  3. Rafael Ramos. «Análise: CD "A quem enviarei" (Michelle Nascimento)». Super Gospel. Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  4. a b Gospel Downloads. «Michelle Nascimento - Discografia». Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  5. Portal Guiame (28 de abril de 2011). «Michelle Nascimento assina contrato com a MK Music». Consultado em 6 de setembro de 2015. 
  6. Roberto Azevedo. «Lançamento: "Louve e Adore" (Michelle Nascimento)». Super Gospel. Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  7. «MK Music começa o ano com Discos de Ouro e Platina». 
  8. «Michelle Nascimento lança "Batalha Contra o Mal"». El Net. Consultado em 22 de agosto de 2012. 
  9. «CD batalha contra o mal recebe disco de ouro». 
  10. «CD Marque uma geração ja nas lojas». 
  11. (2016-08-03) "Fernanda Brum" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Site Oficial

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.