Milton Guran

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Milton Guran
Nascimento 1948 (70 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação fotógrafo, antropólogo
Prêmios Ordem do Mérito Cultural

Milton Guran (1948) é um antropólogo e fotógrafo brasileiro. Trabalhou no Museu do Índio entre 1986 e 1989. É o realizador do festival FotoRio.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Milton Roberto Monteiro Ribeiro nasceu no bairro carioca de Jacarepaguá. Estudou no Colégio Militar e cursou Direito na UFRJ, sem concluir os estudos, de onde saiu para seu exílio em Paris. Ao retornar ao país fundou em Brasília, juntamente com os fotógrafos Eliane Mota e Rolnan Pimenta, a Ágil (Agência Imprensa Livre) que congregava jovens fotógrafos e integrava o nascente movimento de agências independentes de fotografia. É doutorado em Antropologia pela École des Hautes Études em Sciences Sociales (França) e mestre em Comunicação Social pela UnB.

É o realizador e coordenador-geral do FotoRio – Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro. Autor Encontro na Bahia (Livr. Galilei Ed., Brasília 1979), de Agudás – os brasileiros do Benim (Ed. Nova Fronteira, 2000) e de Linguagem fotográfica e informação (Ed. Gama Filho, 2002, 3ª ed). Um dos fundadores da AGIL Fotojornalismo (Brasília, 1980), ganhou o Prêmio VITAE (1990), o X Prêmio Marc Ferrez da FUNARTE (1998) e o Prêmio Pierre Verger da Associação Brasileira de Antropologia (Prêmio Especial do Júri - 2002), o Prêmio Ori 2007 da Prefeitura do Rio de Janeiro e o Prêmio Orilaxé 2009 do Grupo Cultural AFROREGGAE. Pesquisador associado ao LABHOI – Laboratório de História Oral e Imagem da Universidade Federal Fluminense. Membro do Comitê Científico Internacional do Projeto Rota do Escravo da Unesco. Membro da diretoria executiva da RPCFB – Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil.

Obra publicada[editar | editar código-fonte]

  • Milton Guran (2000). Agudás: Os "brasileiros" do Benin. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/EGF - Editora Gama Filho. 296 páginas. ISBN: 85-209-1067-x 
  • Milton Guran (2002). Linguagem Fotográfica e Informação. Rio de Janeiro: EGF - Editora Gama Filho. 120 páginas. ISBN: 85-7444-039-6 

Referências

  1. «Milton Guran». Enciclopédia Itaú Cultural 
  2. «Milton Guran». Funarte: Brasil Memória das Artes. Consultado em 14 de outubro de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.