Musō shinden-ryū

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Musō Shinden-ryū
(夢想神伝流)
Fundada em 1932
País de origem Japão
Fundador Hakudō Nakayama (1873-1958)
Atual chefe Nenhum
Disciplinas ensinadas Iaidō
Antecedentes Hasegawa Eishin-ryū (長谷川英信流)
Descendentes Nenhuma

Musō Shinden-ryū (夢想神伝流?) ou Musō Shinden-ryū iai (夢想神伝流居合?)[1][2] é um estilo de iaidō fundado por Hakudō Nakayama em 1932, sendo atualmente um dos estilos de iaidō mais praticados ao redor do mundo. O Musō Shinden-ryū tem sua origem no estilo de iaidō Hasegawa Eishin-ryū, tendo Nakayama estudado as duas linhagens mais influentes do estilo.

História[editar | editar código-fonte]

O fundador do Musō Shinden-ryū, Hakudō Nakayama, viveu no início do século XX e estudou diversos estilos de esgrima japonesa como Ōmori-ryū, Maraku-ryū, Musō Jikiken Eishin-ryū, Shintō Munen-ryū (do qual foi sucessor), Yamaguchi Ittō-ryū, além de ser reconhecido como o único 10º dan em kendo, iaido e jodo. Nakayama foi o 16º e último sucessor da linha Shimomura do estilo Hasegawa Eishin-ryu, do qual descende o atual Musō shinden-ryū.

O Eishin-ryu praticado por Nakayama possuía influências das duas vertentes, assim como características trazidas das outras experiências de Nakayama, levando a uma re-estruturação do currículo e à cunhagem do nome Musō shinden-ryū battō-jutsu. Nakayama também foi responsável por franquear o aprendizado do estilo a qualquer interessado, pois suas encarnações anteriores apenas eram transmitidas a poucos.

Ao final dos anos 1940 o estilo, assim como outras formas de iai-jutsu/battō-jutsu, passou a utilizar a nomenclatura iaidō que possui semântica menos militarística.

Katas[editar | editar código-fonte]

As formas e a execução possuem diversas variações, porém, o currículo do estilo em geral é estruturado em três seções: shoden (curso primário), chūden (curso intermediário) e okuden (curso superior).[3]

Shoden[editar | editar código-fonte]

Derivados do Ōmori-ryū.

  1. Ippon-Me - Shohattō
  2. Nihon-Me - Satō
  3. Sanbon-Me - Utō
  4. Yonhon-Me - Ataritō
  5. Gohon-Me - In'yō shintai
  6. Roppon-Me - Ryūtō
  7. Nanahon-Me - Juntō (kaishaku)
  8. Hachihon-Me - Gyakutō
  9. Kyuhon-Me - Seichūtō
  10. Juppon-Me - Korantō
  11. Juichihon-Me - Nukiuchi (battō)
  12. Juunihon-Me - In'yō shintai kaewaza

Chūden[editar | editar código-fonte]

Derivados do Hasegawa Eishin-ryū.

  1. Ippon-Me - Yokogumo
  2. Nihon-Me - Toraissoku
  3. Sanbon-Me - Inazuma
  4. Yonhon-Me - Ukigumo
  5. Gohon-Me - Yamaoroshi (oroshi)
  6. Roppon-Me - Iwanami
  7. Nanahon-Me - Urokogaeshi
  8. Hachihon-Me - Namigaeshi
  9. Kyuhon-Me - Takiotoshi
  10. Juppon-Me - Nukiuchi

Okuden[editar | editar código-fonte]

Tate Hiza no Bu[editar | editar código-fonte]

  1. Ippon-Me - Kasumi
  2. Nihon-Me - Sunegakoi
  3. Sanbon-Me - Shihōgiri
  4. Yonhon-Me - Tozume
  5. Gohon-Me - Towaki
  6. Roppon-Me - Tanashita
  7. Nanahon-Me - Ryōzume
  8. Hachihon-Me - Torabashiri

Tachi no Bu[editar | editar código-fonte]

  1. Ippon-Me - Yukitsure
  2. Nihon-Me - Rendatsu (tsuredachi)
  3. Sanbon-Me - Sōmakuri
  4. Yonhon-Me - Sōdome
  5. Gohon-Me - Shinobu
  6. Roppon-Me - Yukichigai
  7. Nanahon-Me - Sodesurigaeshi
  8. Hachihon-Me - Mon'iri
  9. Kyuhon-Me - Kabezoi
  10. Juppon-Me - Ukenagashi

Itomagoi[editar | editar código-fonte]

  1. Ippon-Me - Ichi itomagoi
  2. Nihon-Me - Ni itomagoi
  3. Sanbon-Me - San itomagoi

O estilo no Brasil[editar | editar código-fonte]

O Musō shinden-ryū é amplamente praticado no Japão e no Ocidente. No Brasil existem diversos grupos na prática do estilo.

Nos Dojos filiados à Confederação Brasileira de Kendo o estilo é ensinado desde 2003 por Toshihiko Tsutsumi (6º Dan Renshi em Iaidô e 5º Dan em Kendô), conhecido por ter sido o mais jovem 6º Dan de Iaidô no Japão, tendo sido discípulo direto de Hakuo Sagawa (9° Dan Hanshi Iaido e 8º Dan Kyoshi Kendo e discípulo direto de Hakudō Nakayama).

No Instituto Niten é ensinado, por Jorge Kishikawa, discípulo direto de Kaminoda Tsunemori (8° Dan Hanshi Iaidô).[4]

Referências

  1. SWET (1998). Japan Style Sheet: The SWET Guide for Writers, Editors and Translators (em inglês). Tóquio: Stone Bridge Press. pp. 24–28. 80 páginas. ISBN 1-880656-30-2 
  2. Watatani, Kiyoshi; Yamada, Tadashi (1978). 武芸流派大事典 Bugei Ryūha Daijiten [Grande Enciclopédia das Escolas Japonesa de Artes Militares] (em japonês) Revista e ampliada ed. Tóquio: Tōkyō Koppi Shuppanbu. pp. 690–691; 822–825 
  3. Yamasuta, Shigeyoshi (1999). 夢想神伝流居合道 Musō shinden-ryū Iaidō (em japonês) 2ª ed. Tóquio: Airyūdō. 255 páginas. ISBN 4-7502-0160-X 
  4. Instituto Niten. «Sensei Kaminoda Tsunemori» (html). Consultado em 12 de dezembro de 2007.. Kaminoda Tsunemori 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]