Nuccio Ordine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Nuccio Ordine Diamante (Calábria, 18 de julho de 1958) é professor, filósofo e crítico literário italiano, um dos mais importantes estudiosos da Renascença na atualidade, especialmente sobre o filósofo Giordano Bruno.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Atualmente é professor de Literatura Italiana na Universidade da Calabria, em Cosenza, Itália. Pesquisador do Centro de Estudos da Renascença Italiana da Universidade de Harvard e da Fundação Alexander von Humboldt, foi professor convidado de universidades americanas (Yale, New York University) e europeias (EHESS, Ecole Normale Supérieure Paris, Paris-IV Sorbonne, Paris-III Sorbonne-Nouvelle, CESR of Tours, Institut Universitaire de France, Paris-VIII, Warburg Institute, Eichstätt Universität, Institut d'Etudes Avancées de Paris). Em 2011, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul concedeu-lhe seu primeiro título honoris causa e, em 2017, a Universidade Federal das Ciências da Saúde de Porto Alegre e a Universidade de Caxias do Sul concederam-lhe títulos honoris causa, "por sua inestimável contribuição para a área dos estudos humanísticos"[1]

Ordine é um dos maiores estudiosos contemporâneos de Giordano Bruno e da Renascença. Seus livros foram traduzidos para várias línguas, dentre elas inglês, francês, alemão, chinês, japonês, russo, turco, grego, catalão, espanhol e português. É editor chefe de uma nova edição das obras de Giordano Bruno e, com Yves Hersant e Alain Segonds, de três coleções de clássicos junto à Les Belles Lettres, de Paris. Na Itália é editor chefe das coleções “Sileni” da Editora Liguori, “Classici del pensiero europeo” da Editora Nino Aragno e “Classici della letteratura europea” da Editora Bompiani. É Secretário Geral do Centro Internacional de Estudos Brunianos, membro do Conselho Científico do Instituto Italiano para os Estudos Filosóficos e membro do Comitê Científico da « Albertiana » e do « Journal de la Renaissance ». É também articulista do jornal "Corriere della Sera". No Brasil, com Luiz Carlos Bombassaro, coordena a edição brasileira das "Obras italianas" de Giordano Bruno.

Títulos honoríficos[editar | editar código-fonte]

Palmes academiques Commandeur ribbon.svg Commandeur de l'Ordre des Palmes académiques (França), 2014

Legion Honneur Chevalier ribbon.svg Chevalier dans l’Ordre national de la Légion d’honneur (Itália), 2012

Commendatore OMRI BAR.svg Commendatore del Ordine al Mérito della Repubblica italiana (Itália), 2010

Palmes academiques Chevalier ribbon.svg Chevalier dans l’Ordre des Palmes académiques, 2009

Membro honorário do Instituto de Filosofia da Academia Russa das Ciências (Rússia), 2010

Honoris Causa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil), 2011

Honoris Causa da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Brasil), 2017

Honoris Causa da Universidade de Caxias do Sul (Brasil), 2017

Livros[editar | editar código-fonte]

  • "La soglia dell'ombra", Venecia, Marsilio, 2009³. "O umbral da sombra" (Trad. de Luiz Carlos Bombassaro, Prefácio de Pierre Hadot), São Paulo: Perspectiva, 2006. Outras traduções: Francés (Les Belles Lettres, 2003), Romeno (Institutul Cultural Roman, 2005), Russo (Saint Petersburg University Press, 2010²), Espanhol (Siruela, 2008), Alemão (Königshaus & Neumann 2009), .
  • "La cabala dell'asino", Napoli, Liguori, 2005². "A cabala dos asno" (Trad. de Flora Simonetti Coelho, Francisco Caruso e Livio Panizza), Caxias do Sul: Educs, 2008. Outras traduções: Francês) Les Belles Lettres, 1993, 2005); Ingês (Yale University Press, 1996); Alemão (Wilhelm Fink, 1999); Chinês (Oriental Press, 2005); Romeno (Humanitas, 2004); Japonês (Toshindo, 2002);
  • "Contro il Vangelo armato. Giordano Bruno, Ronsard e la religione", Milano, Raffaello Cortina, 2009². Traduções: Francês (Albin Michel, 2004).
  • "Teoria della novella e teoria del riso nel '500", Napoli, Liguori, 2009².
  • "Le rendez-vous des savoirs. Littérature, philosophie et diplomatie à la Renaissance", Paris, Les Belles Lettres, 2009: https://www.lesbelleslettres.com/livre/1485-le-rendez-vous-des-savoirs.
  • "Trois couronnes pour un roi. La devise d' Henri III et ses mystères", Paris, Les Belles Lettres, 2011: https://www.lesbelleslettres.com/livre/2436-trois-couronnes-pour-un-roi. "Tre corone per un re. L'impresa di Enrico III e i suoi misteri" (Prefazione di Marc Fumaroli), Milano, Bompiani, 2015.
  • "Les portraits de Gabriel García Márquez. La répétition et la différence", Paris, Les Belles Lettres, 2012: https://www.lesbelleslettres.com/livre/1715-les-portraits-de-gabriel-garcia-marquez.
  • "L'utilità dell'inutile", Milano, Bompiani, 2013; "A utilidade do inútil" (Trad. de Luiz Carlos Bombassaro, com um ensaio de Abraham Flexner) Rio de Janeiro, 2016. Outras traduções: Catalão (Quaderns Crema, 2013: http://www.quadernscrema.com/cataleg/la-utilitat-de-linutil/), Francês (Les Belles Lettres), 2012; Espanhol (Acantilado Bolsillo, 36), 2013://www.lesbelleslettres.com/livre/2776-l-utilite-de-l-inutile).2​
  • "Classici per la vita. Una piccola biblioteca ideale", Milano, La Nave di Teseo (Le onde), 2016, EAN: 9788893440264. Traduções: Espanhol, Barcelona, Acantilado, 2017 (trad. de Jordi Bayod Brau: http://www.acantilado.es/catalogo/clasicos-la-vida/.; Catalão, Crema, 2017 (Quaderns Crema, 2017: http://www.quadernscrema.com/cataleg/classics-per-a-la-vida/).

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Rombiolo; 2007
  • Filosofia Siracusa; 2007
  • Anassilaos; 2006
  • Orient Express; 2003
  • Cesare de Lollis; 2003
  • Le Città della Magna Grecia; 1987

Ver também[editar | editar código-fonte]

Giordano Bruno

Renaissance

Eulama


Referências[editar | editar código-fonte]

Pierre Hadot (Collège de France, Paris): "Nuccio Ordine is well known to the public for his excellent studies on Giordano Bruno. He is one of the major contemporary experts on the whole social, artistic, literary, and spiritual milieu of the Renaissance and the Early Modern period. In the present work, he offers us a remarkable model of method in the field of philosophical exegesis, for he succeeds in reconstructing, in a very precise manner, the intellectual and spiritual itinerary of Giordano Bruno during the period, 1582-1585".

Paul Oskar Kristeller: "The rich and complicated work will introduce the attentive reader to a vast number of primary and secondary sources on Western thought from antiquity to early modern times that would otherwise have escaped him".

George Steiner: "The reader will find in Nuccio Ordine a marvellously faithful and revealing guide to the ardent, magical world of Giordano Bruno".

Umberto Galimberti in «La Repubblica»: "A magisterial and engrossing introduction to Bruno".


Outros links[editar | editar código-fonte]

  • https://www.ufcspa.edu.br/index.php/ultimas-noticias/199-capa-destaques/5814-italiano-nuccio-ordine-recebe-honoris-causa y https://www.ucs.br/site/noticias/13751/