Observatório Astronômico Antares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Observatório Astronômico Antares
Observatorioantares.jpg
Características
Tipo
observatório astronómico (en)
museu universitário
Construção
Endereço
Coordenadas
Website

O Observatório Astronômico Antares é um observatório astronômico em Feira de Santana, Bahia[1], fundado em 1971 por Augusto César Pereira Orrico e anexado à Universidade Estadual de Feira de Santana em 1992. Entre seus setores, encontram-se a Biblioteca Setorial Observatório Astronômico Antares, inaugurada em 1997, parte integrante da biblioteca central da universidade e especializada em títulos de astronomia e física; o Museu Antares de Ciência e Tecnologia, inaugurado em 2009; e a Experimentoteca, originada em projeto de 1997, que conta com kits de experimentos científicos interativos com foco em crianças e adolescentes, atualmente filiada ao Museu, e oferece visitas gratuitas para escolas. Um quarto setor, Nusere (Núcleo de Sensoriamento Remoto), encontra-se em construção.[2]

O espaço também recebe cursos de atualização para professores sobre variados assuntos de astronomia e está vinculado à pós-graduação em Astronomia da universidade. Como projetos de extensão universitária, há um evento regular no mês de janeiro, "Férias Divertidas", que visa entreter e instruir crianças no período de férias escolares, e o planetário itinerante no Festival Literário e Cultural de Feira de Santana.[2]

Em comemoração aos 48 anos do Observatório e 10 anos do Museu, o artista plástico Júlio Firmo criou painéis murais de arte em graffiti, representando diversos períodos históricos desde a formação do universo.[2]

Dinossauro em exposição no Observatório

Em um caso de grande cobertura midiática, o observatório recebeu para análise fragmentos de rocha brilhante encontrados por uma moradora da região e confirmou que se tratavam de meteoritos, que foram doados para a instituição para pesquisa.[3][4][5] O acervo do Museu conta com réplica em tamanho real do Meteorito do Bendengó, encontrado em 1784 no sertão da Bahia e enviado para o Museu Nacional no Rio de Janeiro.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Daniel Audeon. «Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) Observatorio Astronomico Antares» (em inglês). Worldwide Planetariums Database. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  2. a b c «Observatório Astronômico Antares - UEFS». www.antares.uefs.br. Consultado em 29 de julho de 2021 
  3. «Observatório astronômico confirma queda de meteoritos na Bahia». G1 - Globo Comunicação e Participações. 27 de janeiro de 2011. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  4. «Antares constata queda de meteoritos em Feira». Jornal Correio. 26 de janeiro de 2011. Consultado em 29 de julho de 2021 
  5. ClickPB (28 de janeiro de 2011). «Observatório astronômico confirma queda de meteoritos na Bahia». ClickPB. Consultado em 29 de julho de 2021 
  6. «Observatório Antares constata queda de meteoritos em Feira de Santana». Acorda Cidade - Dilton Coutinho. Consultado em 29 de julho de 2021 
Réplica do monumento Stonehenge em exposição no Observatório

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a Bahia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.