Odir Dellagostin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Odir Dellagostin
Nascimento 27 de outubro de 1967 (54 anos)
Ocupação investigador(a)
Empregador Universidade Federal de Pelotas

Odir Antonio Dellagostin é médico veterinário, professor e cientista brasileiro, especializado na área de Biologia Molecular, com atuação no desenvolvimento de vacinas recombinantes para uso veterinário.[1][2]

Graduou-se em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel, em 1989, obteve seu doutorado, em 1995, e pós-doutorado, em 1997, ambos em Biologia Molecular pela University of Surrey, da Inglaterra.[1] É pesquisador nível 1A do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, desde 2007.[1]

Carreira Acadêmica e Atuação[editar | editar código-fonte]

Odir Dellagostin é professor titular da UFPel desde julho de 1997. Foi Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação na universidade, de 2003 a 2005.[1]

Foi coordenador da área de Biotecnologia da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, de 2014 a 2018.[3] Foi membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança - CTNBio, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações - MCTI, de 2011 a 2014, e atualmente exerce o segundo mandato na Comissão (2021-2023).[4]

Em setembro de 2016, foi eleito presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - FAPERGS.[5] Em maio de 2019, tornou- se membro titular da Academia Brasileira de Ciências - ABC.[6][7] Em setembro de 2019, foi reeleito para a presidência da FAPERGS para novo mandato de três anos.[8]

Em dezembro de 2020, assumiu a presidência do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa - CONFAP, após a saída do então presidente, Fábio Guedes Gomes.[9][10] Em maio de 2021, após nova eleição, foi eleito presidente do CONFAP, para um mandato de três anos.[11]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 2003, recebeu o Prêmio SBM de Mérito Científico em Medicina Veterinária, concedido pela Sociedade Brasileira de Microbiologia.[12] Em 2011, recebeu o Prêmio MERCOSUL de Ciência e Tecnologia - Menção Honrosa, concedido pela UNESCO.,[13] e o Prêmio Pesquisador Gaúcho 2011, na área de Ciências Agrárias, concedido pela FAPERGS.[14]

Referências

  1. a b c d Portal Institucional, UFPEL. «Portal Institucional UFPEL - Servidores». Consultado em 13 de maio de 2022 
  2. Jornal do Comércio, Jornal do Comércio. «Rentabilidade da suinocultura passa por laboratório da UFPel». Jornal do Comércio. Consultado em 13 de maio de 2022 
  3. «Odir Dellagostin será coordenador da área de Biotecnologia e Membro Titular do CTC da CAPES». Diário da Manhã de Pelotas/RS. 2014. Consultado em 12 de Maio de 2022 
  4. CTNBio, CTNBio. «Comissão Técnica Nacional de Biossegurança». CTNBio. Consultado em 13 de maio de 2022 
  5. FAPERGS, Ass/Com (2016). «Odir Dellagostin é nomeado diretor-presidente da FAPERGS». FAPERGS. Consultado em 12 de Maio de 2022 
  6. ABC, Academia Brasileira de Ciências. «ODIR ANTÔNIO DELLAGOSTIN». Academia Brasileira de Ciências. Consultado em 13 de Maio de 2022 
  7. Pelotas/RS, Diário da Manhã (2018). «Professor Odir Dellagostin é Eleito na Academia Brasileira de Ciências». Diário da Manhã de Pelotas/RS. Consultado em 13 de maio de 2022 
  8. FAPERGS, FAPERGS (2019). «Professor Odir Dellagostin é nomeado diretor-presidente da FAPERGS para mais um mandato». FAPERGS. Consultado em 12 de maio de 2022 
  9. Confap, Assessoria de Comunicação Social (2020). «Prof. Odir Dellagostin, assume a presidência do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)». Confap. Consultado em 13 de maio de 2022 
  10. NABC, Arthur Bomfim (2020). «Acadêmico Odir Dellagostin é o Novo Presidente do Confap». Consultado em 13 de maio de 2022 
  11. CONFAP, Assessoria de Comunicação Social (2021). «Presidentes das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) elegem nova Presidência e Diretorias Regionais do Confap». CONFAP. Consultado em 13 de maio de 2022 
  12. «Currículo Lattes». Lattes. Consultado em 12 de maio de 2022 
  13. CNPq, Memória (2012). «Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia 2011 indica finalistas». Memória CNPq. Consultado em 13 de maio de 2022 
  14. FAPERGS, Assessoria de Comunicação (2011). «Selecionados os agraciados do Prêmio Pesquisador Gaúcho - Ciência, Tecnologia e Inovação como alavanca para o desenvolvimento». FAPERGS. Consultado em 13 de maio de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.