Operário e Mulher Kolkosiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.
Selo russo do ano 2000 com dois símbolos soviéticos: o Monumento à III Internacional e a escultura gigante do Trabalhador e Mulher Kolkosiana.

Trabalhador e a Mulher Kolkosiana (em russo: Рабочий и колхозница, transliterado como Rabotchi i kolkhóznitsa) é uma estátua de 24,5 metros feita de aço inoxidável pela escultora soviética Vera Múkhina em 1937. A escultura é um exemplo do estilo realista socialista. O trabalhador levanta ao alto um martelo e a Kolkosiana levanta uma foice. Juntos, os dois formam o símbolo soviético da foice e martelo.[1] Símbolos do poder agrícola e industrial da União Soviética, são erguidos no ar por trabalhadores heroicos que caminham a passos largos e com confiança em direção ao futuro.

O monumento de 24 metros de altura e 75 toneladas, que esteve outrora exposta no  Pavilhão Soviético da Exibição Internacional de Artes, Ofícios e Ciências de Paris, em 1937, foi usado como propaganda espalhafatosa. A obra é um

símbolo incontestavelmente poderoso do Realismo Socialista[2], estilo de arte heroico e oficialmente sancionado que exaltava o estado soviético.

Referências

  1. Richard Overy, The Dictators: Hitler's Germany, Stalin's Russia, p260 ISBN 0-393-02030-4
  2. «Realismo socialista». Wikipédia, a enciclopédia livre. 17 de agosto de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.