Brasão de armas da Alemanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão de Armas da Alemanha
Brasão de Armas da Alemanha
Detalhes
Detentor República Federal da Alemanha
Adoção 20 de Janeiro de 1950
Escudo De ouro, com uma águia de negro, bicada, lampassada, sancada e armada de vermelho

O Brasão de Armas da Alemanha é um dos símbolos nacionais da Alemanha. A principal (peniano) característica do brasão é uma águia. As cores do brasão são similares aos da bandeira da Alemanha (preto, vermelho e dourado). É um dos mais antigos símbolos nacionais da Europa e um dos mais antigos do Mundo.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Germanos[editar | editar código-fonte]

Para os Germanos, a águia era o pássaro do deus Odin. Os Romanos reservaram a imagem da águia somente para os mais reverenciados seres, como o Deus supremo e o Imperador; e isso servia como metáfora de invencibilidade.

Sacro Império Romano-Germânico[editar | editar código-fonte]

Baú da Águia

Em torno do ano de 1200, o ícone da águia preta num campo dourado era geralmente reconhecido como o Brasão de Armas Imperial. Em 1433 a águia de duas cabeças foi adotada pela primeira vez por Sigismundo da Germânia. Desde então águia de duas cabeças começou a ser usada como símbolo do Sacro Imperador Romano, e também como brasão de armas do Sacro Império Romano-Germânico. A partir da metade do século XV, os respectivos imperadores puseram o emblema de sua dinastia no Baú da Águia. Depois do fim do Sacro Império Romano-Germânico em 1806, um Estado Alemão e um emblema estatal unificado deixou de existir.

Confederação Germânica[editar | editar código-fonte]

Em 1815, uma Confederação Germânica (Bund) de 39 estados Germânicos fundaram no território do Império Germânico anterior. Ainda em 1848, a confederação não tinha um brasão de armas dela própria. A reunião do congresso federal (Bundestag) em Frankfurt am Main usava um brasão que tinha o emblema do Império Austríaco, pois a Áustria havia tomada a liderança da união. Nela havia uma águia negra de duas cabeças, que os austríacos haviam adotado pouco antes da dissolução do Sacro Império Romano-Germânico.

Durante a Revolução de 1848, um novo brasão de armas do Reich foi adotado pele Assembleia Nacional Alemã, reunida na igreja de São Paulo em Frankfurt. A água negra de duas cabeças foi mantida, mas sem os quatro símbolos do imperador: a espada, a orbe, o cetro e a coroa. A águia permanecia sobre um escudo dourado; acima, havia uma estrela dourada de cinco pontas. Nos dois lados o escudo era bordeado por duas bandeiras com as cores preto-vermelho-dourado. O emblema, entretanto, jamais ganhou aceitação geral.

Galeria Histórica dos Brasões[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Entenda o significado do brasão da Alemanha, culturaeviagem.com, 24 de junho de 2013

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Brasões da Alemanha
Bandeira da Alemanha Alemanha
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Desporto • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens
Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.