Operação Earnest Will

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Operação Earnest Will
Guerra Irã-Iraque
Earnest Will Gas King.jpg
Navios-tanque sendo escoltados por embarcações militares ocidentais.
Data 24 de julho de 198726 de setembro de 1988
Local Golfo Pérsico
Beligerantes
 Estados Unidos  Irão
Forças
1 porta-aviões
1 navio de assalto anfíbio
4 contratorpedeiros
1 cruzador
3 fragatas
4 fragatas
4 corvetas
Diversos navios menores
Um navio de guerra iraniano pegando fogo após ser atacado por embarcações dos Estados Unidos, em 1988.

A Operação Earnest Will foi uma operação militar lançada pelas forças armadas dos Estados Unidos para proteger navios petroleiros Kuwaitianos que estavam sendo atacados por embarcações iranianas entre 1987 e 1988, durante a chamada "Guerra dos navios petroleiros" no meio do conflito Irã-Iraque. Na época, foi a maior operação naval de comboio desde a Segunda Guerra Mundial.[1]

Navios de guerra da marinha dos Estados Unidos passaram a escoltar embarcações de transporte de petróleo da região, contando com apoio de aviões e forças especiais (como os Navy SEALs).[2]

As patrulhas foram relativamente bem sucedidas, desencorajando o Irã de tentar deter o fluxo de petróleo pelo Golfo Pérsico (que visava enfraquecer o Iraque e seus aliados regionais). Houve alguns combates navais que terminaram de forma desfavorável aos iranianos. Plataformas petrolíferas iranianas também foram atacadas pelos americanos. O governo do Irã, percebendo que agora as potências ocidentais estavam dispostas a usar de força militar para manter o status quo na região, decidiu voltar para a mesa de negociações e encerrar a guerra com o Iraque.[1]

Referências

  1. a b Stephen Andrew Kelley (Junho de 2007). Better Lucky Than Good: Operation Earnest Will as Gunboat Diplomacy (PDF). [S.l.]: Naval Postgraduate School. Consultado em 12 de novembro de 2015 
  2. Huchthausen, Peter (2004). America's Splendid Little Wars: A Short History of U.S. Engagements from the Fall of Saigon to Baghdad. New York: Penguin. ISBN 0-14-200465-0 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]