Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, também conhecida como OSTM, é uma orquestra sinfônica existente na cidade do Rio de Janeiro e um dos corpos artísticos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.[1] Atua nas temporadas líricas do Theatro Municipal, apresentando-se muitas vezes juntamente com o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e com o Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.[2]

História[editar | editar código-fonte]

A orquestra foi fundada em 1931 na gestão do então prefeito do Distrito Federal Adolfo Bergamini. Para o projeto de criação da orquestra, o prefeito organizou uma comissão formada pelos maestros Luciano Gallet e Francisco Braga, então professores do Instituto Nacional de Música, e por dois italianos residentes na cidade: os maestros Silvio Piergili e Salvatore Ruberti.[1]

Após a seleção de músicos, a orquestra estreou em 05 de setembro de 1931 tendo como solista o tenor Tito Schipa. Na ocasião, foi regida por Francisco Braga, que tornou-se o primeiro maestro titular do grupo.

Desde a sua criação, a orquestra teve como regentes titulares Francisco Braga, Henrique Spedini, Mário Tavares, Henrique Morelenbaum (regente adjunto), Silvio Barbato, André Cardoso (regente assistente), Guilherme Bernstein Seixas e Silvio Viegas. Estiveram também à frente da orquestra como convidados os compositores Igor Stravinsky, Paul Hindemith, Heitor Villa-Lobos, Francisco Mignone, Oscar Lorenzo Fernández, Radamés Gnatalli, José Siqueira, Camargo Guarnieri, Guerra-Peixe, Claudio Santoro, entre outros.[1]

Atualmente o grupo é formado por 116 instrumentistas, sendo 81 músicos efetivos. Os demais são contratados de acordo com o repertório a ser apresentado.[1]

Seu atual regente titular é o maestro Tobias Volkmann.[3][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal - História». theatromunicipal.rj.gov.br. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  2. «Theatro Municipal do Rio completa 107 anos com programação gratuita». G1 Rio de Janeiro. 14 de julho de 2016. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  3. Fradkin, Eduardo (25 de fevereiro de 2016). «Novo regente do Municipal foi pedreiro na Alemanha e modelo no Brasil». O Globo. Consultado em 7 de fevereiro de 2017 
  4. «Tobias Volkmann é anunciado novo regente titular do Theatro Municipal do Rio de Janeiro». Revista Concerto. 25 de fevereiro de 2016. Consultado em 5 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]