PSI-20

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Evolução do PSI-20 entre 1992 and 2012.

PSI-20 (acrônimo de Portuguese Stock Index) é o principal índice da Euronext Lisboa. É o principal índice de referência do mercado de capitais português. É composto pelas acções das vinte maiores empresas cotadas na bolsa de valores de Lisboa e reflecte a evolução dos preços dessas acções, que são as de maior liquidez entre as negociadas no mercado português.[1]

O valor base do PSI-20 remonta a 31 de Dezembro de 1992 e foi de 3000 pontos.

O PSI-20 foi lançado com uma dupla finalidade:[1]

A capitalização bolsista das emissões que compõem o PSI-20 é ajustada pelo free float, não podendo cada emissão ter uma ponderação superior a 20% nas datas de revisão periódica da carteira. Devido às suas características, o índice PSI-20 foi seleccionado pelo mercado para servir de subjacente a produtos estruturados, cuja rentabilidade depende, de uma ou de outra forma, do comportamento do mercado bolsista português.

Marcos históricos[editar | editar código-fonte]

No quadro seguinte apresenta-se a lista dos vários marcos históricos atingidos pelo PSI-20 desde 1992.[2]

Primeiro fecho
acima de
Valor de fecho
em pontos
Data
3.000 3.000,00 31-Dez-1992
3.500 3.501,71 13-Jul-1993
4.000 4.015,18 27-Ago-1993
4.500 4.523,80 12-Jan-1994
5.000 5.079,23 17-Fev-1994
5.500 5.515,62 10-Jan-1997
6.000 6.095,92 6-Fev-1997
6.500 6.634,69 2-Mai-1997
7.000 7.026,45 9-Jun-1997
7.500 7.539,93 2-Jul-1997
8.000 8.096,83 9-Jul-1997
8.500 8.553,34 2-Out-1997
Primeiro fecho
acima de
Valor de fecho
em pontos
Data
9.000 9.031,84 2-Jan-1998
9.500 9.651,90 20-Jan-1998
10.000 10.024,80 27-Jan-1998
10.500 10.525,18 4-Fev-1998
11.000 11.207,27 25-Fev-1998
11.500 11.558,34 3-Mar-1998
12.000 12.084,62 17-Mar-1998
12.500 12.521,43 23-Mar-1998
13.000 13.208,11 2-Abr-1998
13.500 13.614,24 6-Abr-1998
14.000 14.015,97 14-Abr-1998
14.500 14.706,02 25-Fev-2000

Evolução anual[editar | editar código-fonte]

No quadro seguinte apresenta-se a evolução anual do PSI 20 desde 1992.[3]

Ano Fecho
em pontos
Variação
em pontos
Variação
em %
1992 3.000,00
1993 4.288,09 1.288,09 42,94
1994 4.157,25 -130,84 -3,05
1995 3.896,24 -261,01 -6,28
1996 5.146,33 1.250,09 32,08
1997 8.803,50 3.657,17 71,06
1998 10.998,92 2.195,42 24,94
1999 11.960,51 961,59 8,74
2000 10.404,09 -1.556,42 -13,01
2001 7.831,49 -2.572,60 -24,73
2002 5.824,70 -2.006,79 -25,62
2003 6.747,41 922,71 15,84
2004 7.600,16 852,75 12,64
2005 8.618,67 1.018,51 13,40
2006 11.197,59 2.578,92 29,92
2007 13.019,36 1.821,77 16,27
2008 6.341,34 -6.678,02 -51,29
2009 8.463,85 2.122,51 33,47
2010 7.588,31 -875,54 -10,34
2011 5.494,27 -2.094,04 -27,60
2012 5.655,15 160,88 2,93
2013 6.558,85 903,70 15,98
2014 4.798,99 -1.759,86 -26,83

Composição[editar | editar código-fonte]

Composição do índice em 13 de janeiro de 2017:[4]

Nome Sector (segundo o ICB) Peso no índice em %
Altri Produtos industriais gerais 2,04
Banco Comercial Português Bancos 3,40
Banco Português de Investimento Bancos 3,6
Corticeira Amorim Bens de Consumo 1,69
CTT Transporte industrial 6,54
Energias de Portugal Electricidade 12,12
EDP Renováveis Electricidade 9,10
Galp Produção de Petróleo e Gás 16,83
Jerónimo Martins Retalho alimentar e de medicamentos 15,01
Montepio Bancos 0,42
Mota-Engil Construção e materiais 1,16
NOS Media 9,98
Pharol Holding 1,03
Redes Energéticas Nacionais Electricidade 4,54
Semapa Silvicultura e papel 2,29
Sonae Retalho alimentar e de medicamentos 4,31
Sonae Capital Serviços Financeiros 0,47
The Navigator Comp Silvicultura e papel 5,49

Anteriores componentes[editar | editar código-fonte]

Empresas

Lista de espera[editar | editar código-fonte]

Empresas (por ordem de classificação):[5]'

  • Soares da Costa - Empresa de construção civil
  • Glintt - Empresa Tecnologias de Informação (ex-ParaRede)
  • Martifer - Empresa especializada em construções metalomecânicas

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]