Paraíso do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Paraíso.
Município de Paraíso do Norte
Bandeira de Paraíso do Norte
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 12 de março
Fundação 1950
Gentílico norte-paraisense
Lema Scientia et labor
Prefeito(a) Laercio de Freitas (PT)
(2017–2020)
Localização
Localização de Paraíso do Norte
Localização de Paraíso do Norte no Paraná
Paraíso do Norte está localizado em: Brasil
Paraíso do Norte
Localização de Paraíso do Norte no Brasil
23° 16' 51" S 52° 36' 07" O23° 16' 51" S 52° 36' 07" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Noroeste Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Paranavaí IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Guaporema, Mirador, Nova Aliança do Ivaí, Rondon, São Carlos do Ivaí, São Manoel do Paraná, Tamboara.
Distância até a capital 500 km
Características geográficas
Área 204,565 km² [2]
População 11 781 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 57,59 hab./km²
Altitude 500 m
Clima subtropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,763 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 89 990,160 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 663,30 IBGE/2008[5]
Página oficial

Paraíso do Norte é um município brasileiro do estado do Paraná. Localizado na região noroeste do estado, sua população foi estimada 11.781 habitantes, conforme dados do IBGE de 2010.

História[editar | editar código-fonte]

A colonizadora Companhia de Melhoramentos do Norte do Paraná iniciou a exploração comercial das glebas onde hoje esta localizado a cidade. Em 1943, iniciou-se a demarcação dos lotes, ocorrendo grande procura por colonizadores de várias partes do país.

A partir de 1950, Leôncio de Oliveira Cunha, que até então era funcionário do governo estadual, deixou o seu cargo e passou a colonizar por conta própria. Em 12 de março de 1950, foi fundado Paraíso do Norte, com a inauguração da primeira escolinha, a qual nomearam Manuel Ribas. Neste mesmo dia foi rezada a primeira missa, com o Bispo D. Geraldo de Paulo Sigoto, único Bispado da Região.

As terras pertenciam ao município e comarca de Mandaguari,mas passou a ser distrito de Paranavaí, quando este foi elevada a município. Desta forma, foi criada uma sub-prefeitura e nomeado como administrador, Roque Soares Camargo. A localidade contava com dois vereadores da câmara de Paranavaí: Dr. Bernardo Brunstein e o Sr. Alcides Franco de Godoy.

Em 2 de Dezembro de 1954, Paraíso do Norte foi elevada a categoria de Município. No dia 27 de Novembro de 1955 foi instalada a primeira câmara de vereadores, e empossado Pedro Stocchero como primeiro prefeito que venceu as eleições contra o Sr. José Furtado Rezende.

Em 29 de Dezembro de 1962, foi instalada a Comarca de Paraíso do Norte. Sendo o 1º primeiro titular, Camilo de Andrade Nepouceno.

Etnias[editar | editar código-fonte]

É formada basicamente por descendentes italianos, alemães e japoneses, vindos principalmente de São Paulo e também do Rio Grande Do Sul, além de outras regiões do Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Nordeste.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Com uma area da territorial de 205 km², Paraíso do Norte está localizado a uma altitude média de 500 metros. A topografia da cidade está entre plana e ligeiramente ondulada.

Clima[editar | editar código-fonte]

Em função da baixa maritimidade do município, o mesmo está sujeito a temperaturas extremamente elevadas no verão, principalmente no mês de janeiro, com máximas que se aproximam dos 40 °C e a temperaturas baixíssimas no inverno, chegando todos os anos por alguns dias a valores próximos a -5 °C. Os verões tendem a ser quentes e com chuvas bem distribuídas e os invernos são frescos, geralmente marcados por veranicos, dias de calor em pleno inverno que são intercalados por, aí sim, dias de frio intenso. A temperatura média está em torno de 20 °C.

Economia[editar | editar código-fonte]

O declínio do ciclo do café no município de Paraíso do Norte deu-se pela geada generalizada no Paraná ocorrida no ano de 1975, que trouxe prejuízos enormes aos cafeicultores da região. A cidade, que possuía cerca de 20.000 habitantes, dos quais cerca de 15.000 envolviam-se com as as lavouras de café, declinou no quesito população para cerca de 8.000 habitantes no fim dos anos 70.

No entanto, em 1979, foi criada a Cooperativa Agrícola Regional de Produtores de Cana Ltda. (Coopcana). Esta Destilaria, está situada no Município de São Carlos do Ivaí, porém os dois Municípios trabalham em parceria administrativa. A sede administrativa está situada em Paraíso do Norte. Com a Coopcana, inicia-se o ciclo da cana em Paraíso do Norte, que levaria, nos últimos 20 anos, a cidade a um aumento de IDH, população e PIB consideráveis.

A geração de empregos, de acordo com a pesquisa industrial mensal de emprego e salário, divulgada em 2008 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade ficou na décima sétima posição no ranking nacional com 2920 empregos gerados.

Educação[editar | editar código-fonte]

O Município conta com as seguintes escolas:

  • Colégio Estadual Paraíso do Norte – EPSG
  • Escola Municipal Vinte e Sete de Novembro – EPG
  • Escola Nossa Senhora Aparecida, Ensino de Pré Escolar e 1o. Grau
  • Creche Rotary Lar Feliz - Educação Maternal e Pré – escolar.
  • Associação de Proteção à Maternidade e Infância - Educação do Menor Carente e Pré- escolar.
  • Creche Santa Terezinha - Educação Maternal e Pré – escolar
  • Escola de Excepcionais Leôncio Oliveira Cunha - Educação Especial

Cultura[editar | editar código-fonte]

Paraíso do Norte tem como prato típico a Leitoa Desossada à Pururuca. A festa, de mesmo nome, ocorre todos os anos no mês de setembro.

Outro evento é o festival de rock independente denominado "Paraíso do Rock".

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.