Paul Bril

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paul Bril
Nascimento 1554
Antuérpia
Morte 7 de outubro de 1626 (71–72 anos)
Roma
Cidadania Países Baixos do Sul
Progenitores
  • Matthijs Bril
Irmão(s) Matthijs, the elder Bril
Ocupação pintor, artista gráfico, desenhista
Obras destacadas River view with Large Rock, Winter Landscape, Mountainous Landscape with Saint Jerome
Paisagem fantástica de uma montanha, Paul Bril, 1598
Diana e Callisto, Paul Brill, Década de 1620

Paul Bril (Antuérpia ou Bredene, 1554Roma, 1626) foi um pintor e paisagista flamengo barroco, activo no século XVII, na cidade de Roma. Era irmão do também célebre Mathijs Bril.[1]

Juntamente com o irmão, trasladou-se na juventude para Roma, onde estudou com vários pintores e em diversos ateliês. Depois dos estudos, e com o talento enaltecido pelos muitos mecenas burgueses que enchiam a Roma seiscentista, foram ambos contratados para pintar vários frescos em igrejas e até mesmo na Catedral de São Pedro, no Vaticano.

Mas Mathijs jovem morreu, em 1583, e foi Paul que levou o nome Bril para a frente. Da sua obra, hoje, são conhecidas maioritariemente, paisagens e inúmeros frescos, tal como gravuras e trabalhos em cobre.

Mas foram as paisagens que lhe trouxeram realmente o valor do reconhecimento, tendo inspirado pintores do «grand-monde» da arte, como Nicolas Poussin e Claude Lorrain.[2]

Referências

  1. «Ontdek schilder, tekenaar, prentkunstenaar Paul Bril». rkd.nl (em neerlandês). Consultado em 29 de maio de 2021 
  2. «Bril family». Grove Art Online (em inglês). doi:10.1093/gao/9781884446054.article.t011341. Consultado em 26 de setembro de 2016