Percy Williams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo físico ganhador de um prêmio Nobel, veja Percy Williams Bridgman.
Percy Wiliams
campeão olímpico
Percy Williams caregado por outros atletas após vencer os 100m nos Jogos Olímpicos de Amsterdã
Atletismo
Modalidade 100 m 200 m
Nascimento 19 de maio de 1908
Vancouver, Canadá
Nacionalidade Canadian Red Ensign 1921-1957.svg canadense
Falecimento 29 de novembro de 1982 (74 anos)
Vancouver, Canadá
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Amsterdã 1928 100 m rasos
Ouro Amsterdã 1928 200 m rasos

Percy Alfred Williams (Vancouver,19 de maio de 1908 - Vancouver, 29 de novembro de 1982) foi um atleta canadense, bicampeão olímpico das provas de velocidade nos Jogos Olímpicos de Amsterdã, em 1928.

Menino franzino que aos quinze anos teve febre reumática e foi aconselhado a se manter longe de exercícios por ter um coração fraco, pesando apenas 57 quilos em seus dias de apogeu como competidor,[1] Percy surpreendeu a muitos, incluindo a si próprio, quando venceu as provas classificatórias canadenses dos 100 m - que ele corria pela primeira vez e igualou o recorde olímpico, 10s6 - e 200 m rasos para os Jogos de Amsterdam, aos 20 anos de idade. Nos Jogos, ele facilmente classificou-se para a final dos 100 m e venceu com folga a prova, conquistando sua primeira medalha de ouro. Poucos dias depois, reprisou a vitória e ganhou mais um ouro nos 200m rasos. Ao voltar para casa, foi recebido nas ruas por milhares de compatriotas, como a primeira super estrela olímpica do Canadá, que havia acabado com o domínio dos Estados Unidos nestas provas.[1]

Nos anos seguintes, mostrou que sua vitória não havia sido um acidente, conquistando o ouro nos 100m rasos dos então primeiros Jogos do Império Britânico, hoje Jogos da Comunidade Britânica, e quebrando o recorde mundial em 1930, 10s3, tempo que lhe daria a medalha de ouro na prova das quatro olimpíadas seguintes.[1]

Uma distensão muscular interrompeu seus sucessos e a partir daí ele nunca voltou à forma antiga. Nos Jogos de Los Angeles em 1932 ele foi eliminado nas quartas-de-final dos 100 m e ficou em quarto com o revezamento canadense nos 4X100 m. Percy então abandonou a carreira e virou vendedor de seguros. Em 1977 foi agraciado com a Ordem do Canadá.

Percy viveu com a mãe até a morte dela, em 1977. Depois disso, viveu sozinho lutando contra fortes crises de artrite, até cometer suicídio em novembro de 1982.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências