Pessoa Anta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pessoa Anta
Nome nativo João de Andrade Pessoa
Nascimento 23 de dezembro de 1787
Granja
Morte 30 de abril de 1825 (37 anos)
Fortaleza
Cidadania Brasil
Irmão(s) Francisco de Paula Pessoa
Ocupação mercador
Prêmios Imperial Ordem do Cruzeiro

João de Andrade Pessoa, conhecido como Pessoa Anta (Granja, 23 de dezembro de 1787Fortaleza, 30 de abril de 1825) foi um comerciante e pecuarista cearense, mártir da Confederação do Equador.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Por D. João VI foi muito cedo nomeado sargento-mor de ordenanças, mais tarde capitão-mor da Vila de Granja e por D. Pedro I foi nomeado coronel de milícias, sendo condecorado com o Oficialato da Imperial Ordem do Cruzeiro. Mártir da Confederação do Equador, movimento republicano que lutou contra a concentração de poder e o absolutismo da Constituição brasileira de 1824. [1]

Sua ação na defesa pelos ideais de liberdade que levaram a Independência do Brasil começaram com sua participação na Guerra da independência do Brasil, em especial na Batalha do Jenipapo ocorrida no Piauí. Participação essa que lhe rendeu a condecoração de Oficial da Imperial Ordem do Cruzeiro.

Foi o segundo filho do capitão-mor Tomás Antônio Pessoa de Andrade e de Francisca Maria de Jesus Mota. Era irmão do ex-senador Francisco de Paula Pessoa e do ex-deputado provincial José Raimundo Pessoa de Andrade. Casou-se com Raimunda Ferreira Veras, com quem teve quatro filhos: Francisca, Maria, Ana e Tomás Rodolfo de Andrade Pessoa. Anta foi o nome de guerra que ele adotou ao se juntar ao movimento republicano. [2]

Foi executado em Fortaleza no local chamado de "Campo da Pólvora" junto com Padre Mororó, local que hoje é chamado de Praça dos Mártires em memória dos que foram ali executados pela causa nacional.

Em 2014, foi publicado pela Editora Premius o livro "Pessoa Anta, execução ou assassinato?", em que a autora Maria Odele de Paula Pessoa resgata a biografia de Pessoa Anta e investiga as circunstâncias de sua morte. [3][4]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.