Pierre Webó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pierre Webó
Pierre Webó
Informações pessoais
Nome completo Pierre Achille Webó Kouamo
Data de nasc. 20 de janeiro de 1982 (39 anos)
Local de nasc. Bafoussam, Camarões
Altura 1,81 m
destro
Informações profissionais
Equipa atual İstanbul Başakşehir
Posição Ex-centroavante
Função Auxiliar técnico
Clubes de juventude
Kouogat
Clubes profissionais1
Anos Clubes
1999–2000
2000–2002
2003–2007
2003
2007–2011
2011–2013
2013–2015
2015–2017
2017–2018
2018
Real Banjul
Nacional
Osasuna
Leganés (emp.)
Mallorca
İstanbul Başakşehir
Fenerbahçe
Osmanlispor
Gazisehir
Nacional
Seleção nacional3
2003–2014 Camarões
Times/Equipas que treinou3
2019– İstanbul Başakşehir (auxiliar-técnico)

Pierre Achille Webó Kouamo (Bafoussam, 20 de janeiro de 1982) é um ex-futebolista camaronês que atuava como centroavante. Atualmente é auxiliar técnico do İstanbul Başakşehir.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Revelado no Real Banjul em 1999, em 2000 transferiu-se para o Nacional, do Uruguai. Em 2003 iniciou sua trajetória na Europa, onde foi contratado pelo Osasuna e ficou por quatro temporadas. No ano de 2007 foi contratado pelo Mallorca, onde logo se adaptou e assumiu a titularidade. O atacante vivia um bom momento, chegando a brigar pela artilharia da La Liga, até sofrer uma fratura em dezembro que o deixou de fora por quatro meses.[1]

No ano de 2011 foi contratado pelo İstanbul Başakşehir, e em 2013 chegou ao Fenerbahçe.

Entre 2015 e 2018 teve curtas passagens por Osmanlispor e Gazisehir, ambos da Turquia. No ano de 2018 retornou ao Nacional, onde disputou apenas duas partidas e anunciou sua aposentadoria.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Atuou pela Seleção Camaronesa entre 2003 e 2014, disputando um total de 59 partidas e marcando 19 gols. Representou os Leões Indomáveis no Campeonato Africano das Nações de 2006 e de 2010. Foi convocado também para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e a de 2014, realizada no Brasil.

Carreira como técnico[editar | editar código-fonte]

Após se aposentar, Webó aceitou um convite do treinador Okan Buruk e passou a integrar a comissão técnica do İstanbul Başakşehir.

No dia 8 de dezembro de 2020, num jogo contra o Paris Saint-Germain válido pelo grupo H da Liga dos Campeões da UEFA, Webó foi alvo de um suposto racismo pelo quarto árbitro romeno, Sebastian Colțescu. O quarto árbitro teria usado um termo racista ao descrever e apontar Webó para o árbitro principal da partida, Ovidiu Hațegan. O incidente, ocorrido no primeiro tempo, fez com que os jogadores de ambas as equipes deixassem o campo e adiassem a partida.[2][3] A UEFA também abriu uma investigação sobre o assunto.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacional
Fenerbahçe

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Fratura no pé tira Webó do Mallorca por até 4 meses». Trivela. 18 de dezembro de 2007. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  2. «Jogadores do PSG e Istanbul Basaksehir deixam jogo após acusação de racismo». GloboEsporte.com. 8 de dezembro de 2020 
  3. «Neymar e Mbappé confrontam árbitro da partida entre PSG e Basaksehir: "Não vamos jogar!"». GloboEsporte.com. 8 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]