Pir Panjal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pir Panjal
A albufeira da barragem de Chamera, no rio Rauí (Ravi), situada nas montanhas do Pir Panjal do distrito de Chamba, no extremo noroeste do Himachal Pradexe
Localização
Coordenadas 33° 53' N 74° 29' E
Continente Ásia
Países  Índia
Paquistão
Estados indianos Jamu e CaxemiraHimachal Pradexe
Região paquistanesa Caxemira Livre
Cordilheira Himalaias)
Características
Altitude máxima + 4 000 (média) m
Comprimento 320 km
Largura 40 — 50 km
Pir Panjal está localizado em: Jammu e Caxemira
Pir Panjal
Localização do Pir Panjal em Jamu e Caxemira

O Pir Panjal é uma subcordilheira dos Himalaias Ocidentais que se estende na direção este-sudeste para oeste-noroeste desde o norte do estado indiano do Himachal Pradexe até à chamada Caxemira Livre (parte de Caxemira administrada pelo Paquistão), passando pelo estado indiano de Jamu e Caxemira, no norte da Índia e do Paquistão.[1] É a cordilheira mais extensa dos Baixos Himalaias[carece de fontes?] e é paralela ao Grandes Himalaias, situados a norte.[1] O nome deviva do termo arcaico dogri pir ("montanha") e do seu sinónimo em caxemíri pantsal.[2]

Tem uma extensão de aproximadamente 320 km, desde o rio Nilam (Kishanganga), no Paquistão, até à parte mais a montante do rio Beás, no noroeste do Himachal Pradexe.[1] Perto da margem do rio Sutlej, o Pir Panjal separa-se dos Grandes Himalaias e interpõe-se entre os vales dos rios Beás e Rauí (Ravi) no flanco sul e o rio Chenab no flanco norte.[carece de fontes?] Constitui o limite meridional do vale de Caxemira.[3][4] As famosas hill stations (estâncias de montanha) de Gulmarg, Murree, Galliat situam-se na parte ocidental do Pir Panjal. A sua altitude média varia entre os 1 400 e os 4 100 metros.[carece de fontes?]

Duas das montanhas mais altas da cordilheira são o Deo Tibba (6 001 m) e o Indrasan (6 221 m), na extremidade oriental. Podem ser alcançadas desde o vale do Parvati-Beás, no distrito de Kulu, ou do vale de Chandra (Chenab Superior), no distrito de Lahaul e Spiti, no Himachal Pradexe. Entre os passos de montanha destacam-se o de Pir Panjal, a oeste de Srinagar (3 490 m) , o de Banihal (2 740 m; entre Banihal e Qazigund), o de Sinthan que liga o distrito de Kishtwar ao resto de Jamu e Caxemira, e, na parte oriental, o de Rohtang (3 978 m). O passo Pir ki Gali (3 505 m) liga o vale de Caxemira com Rajouri e Poonch; é o ponto mais alto da estrada Mughal e situa-se a oeste do vale de Caxemira. O passo de Haji Pir (2 637 m) situa-se no Pir Panjal ocidental, numa área controlada pelo Paquistão, na estrada que ligava Poonch a Uri.[carece de fontes?]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c «Pir Panjal Range» (em inglês). www.britannica.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  2. Swami, Praveen (2001). «Through the Pir Panjal» (em inglês). www.frontline.in. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  3. Negi, Sharad Singh (1992), Himalayan Wildlife, Habitat and Conservation, ISBN 9788185182681 (em inglês), Indus Publishing, pp. 17–18, consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  4. Kapadia, Harish (1999), Across Peaks & Passes in Ladakh, Zanskar & East Karakoram, ISBN 9788173871009 (em inglês), Indus Publishing, consultado em 5 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pir Panjal
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.