Prêmio Mundial de Alimentação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Prêmio Mundial de Alimentação (em inglês: World Food Prize) é um prêmio internacional reconhecendo as conquistas de indivíduos que contribuiram para o avanço do desenvolvimento humano em aprimorar a qualidade, quantidade e disponibilidade de alimentos no mundo.

Três brasileiros já foram agraciados com o prêmio. Em 2006, os agrônomos Edson Lobato e Alysson Paulinelli dividiram o prêmio com o colega estadunidense A. Colin McClung, pelo seu trabalho no desenvolvimento da agricultura na região do cerrado. Em 2011, dois ex-presidentes, Luís Inácio Lula da Silva, do Brasil, e John Kufuor, de Gana, foram os escolhidos por sua atuação no combate à fome como chefes de governo.[1]

O prêmio[editar | editar código-fonte]

O prêmio foi criado em 1986 pelo laureado com o Nobel da Paz Norman Ernest Borlaug, com auxílio da General Foods, e desde 1990 é financiado pelo empresário e filantropo John Ruan. O prêmio reconhece contribuições em todos os campos envolvidos no suprimento de alimentos — ciência da alimentação e agricultura, tecnologia, manufatura, marketing, nutrição, economia, minoração da pobreza, liderança política e ciências sociais.

Os laureados são honorificados e recebem sua condecoração em Des Moines, Iowa, Estados Unidos, em uma cerimônia televisiva na House Chamber do Capitólio do Estado de Iowa. A cerimônia de premiação coincide com o Simpósio Internacional Norman E. Borlaug, conhecido como Borlaug Dialogue, que aborda a cada ano um tema relacionado à fome e segurança alimentar. Simpósios anteriores foram focados nas promessas e desafios apresentados pelos biocombustíveis para o desenvolvimento global, o desafio duplo de desnutrição e obesidade, a insegurança do abastecimento d'água e seu impacto sobre o desenvolvimento e estabilidade do Oriente Médio, e a revolução verde.

Em 2008 a Fundação Prêmio Mundial de Alimentação recebeu uma contribuição de 5 milhões de dólares da Monsanto,[2] a fim de garantir a continuação anual do Simpósio Internacional do Prêmio Mundial de Alimentação. Estes fundos suportarão uma campanha renovada para angariar recursos para transformar o prédio histórico da Biblioteca Pública Des Moines em um museu público dedicado a homenagear Norman Borlaug e as obras dos laureados com o Prêmio Mundial de Alimentação.

Laureados[editar | editar código-fonte]

Os laureados com o Prêmio Mundial de Alimentação são formalmente honorificados na Cerimônia de Premiação dos Laureados com o Prêmio Mundial de Alimentação anualmente em 16 de outubro ou em dia perto do mesmo, o Dia Mundial da Alimentação das Nações Unidas. Os laureados recebem 250 mil dólares.

Referências


Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]