Propulsão naval

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Propulsão naval
Marine-propulsion-system.jpg

Motor a diesel
acoplado a uma hélice.

Tipo
Utilização
Uso
PropulsãoVisualizar e editar dados no Wikidata

Propulsão naval é qualquer meio de produção de energia mecânica que permita o deslocamento de embarcações. Os remos, a vela, o motor a vapor, o motor diesel/diesel-elétrico e a turbina a vapor, são os principais meios de propulsão naval. A propulsão nuclear é usada por submarinos e embarcações de superfície, como porta-aviões e quebra-gelos nucleares.

História[editar | editar código-fonte]

Há séculos o mar representa uma importante fonte econômica, seja para a pesca, o transporte ou o comércio. No início da conquista do mares, os barcos eram movidos pela força humana por meio de remos. Embarcações dotadas de mastro com vela quadrada, também chamada de redonda pela sua aparência com o vento, começaram a aparecer no Egito, Grécia e Roma.

Motor a vapor naval

O surgimento da veleiro permitiu que o ser humano se afastasse da costa e construísse embarcações maiores com propulsão mista, vela e remos, pois a vela quadrada só permite vento a favor. Esta limitação só desapareceu com o surgimento da vela latina que permitiu travessias maiores, iniciando propriamente a navegação marítima, longe da costa.

Durante muito tempo, a vela foi o principal meio de propulsão das embarcações, até o surgimento do motor a vapor no século XIX. No início, novamente uma solução híbrida foi adotada, a vela era utilizada durante o cruzeiro e o vapor para atingir velocidades maiores. Enquanto os ventos eram gratuitos, os motores a vapor exigiam grandes quantidades de carvão, o que ainda diminuía a carga útil do navio. Inicialmente o motor acionava uma grande roda na lateral do navio, esta roda atrapalhava o manuseio das velas e a faina do navio. Este problema só foi resolvido com a invenção da hélice por John Ericsson. No início do século XX, com o aumento dos navios, a criação de embarcações totalmente metálicas e a hélice, o motor a vapor se firmou como principal meio de propulsão naval.

Com o desenvolvimento do motor a diesel e, do sistema diesel-elétrico, este substitui o motor a vapor, pois os motores de combustão interna possuem maior rendimento. Uma menor quantidade de diesel era necessária em peso e volume do que o carvão, aumentando a capacidade de carga das embarcações.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.