Prosdócimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo(a) o santo, veja Prosdócimo de Pádua.
Prosdócimo
Razão social Refrigeração Paraná S/A (Refripar)
Eletrodomésticos
Fundação 1949
Fundador(es) João Prosdócimo
Destino vendida para a Electrolux
Encerramento 1997
Sede Curitiba, Paraná
Proprietário(s) Electrolux
Produtos Freezers, geladeiras e condicionadores de ar

Prosdócimo foi uma marca de eletrodomésticos da linha branca (geladeiras, congeladores etc.) no Brasil. O termo também se refere a um conjunto de empresas ligadas à família Prosdócimo, com sede na cidade de Curitiba, capital do estado do Paraná.

Lojas Prosdócimo[editar | editar código-fonte]

Na primeira metade do século XX, o empreendedor João Prosdócimo constituiu uma empresa de varejo, denominada Lojas Prosdócimo, em Curitiba. No final dos anos 1940, a loja firmou um contrato com a fabricante sueca de bicicletas Nymanbolagen AG, para produção de bicicletas com a marca brasileira. Antes disso, a empresa montava bicicletas com componentes da marca alemã Dürkopp.

As bicicletas Prosdócimo suecas foram produzidas até 1955, quando a produção passou a ser feita no Brasil. A empresa formou uma rede no setor de eletromóveis com pontos de venda no Paraná e em Santa Catarina. Em 1984, a cadeia de 23 lojas, em recuperação judicial, foi vendida para o grupo Arapuã.[1]

Marca de eletrodomésticos[editar | editar código-fonte]

Após a venda da empresa, um filho de João Prosdócimo fundou na cidade de Curitiba, em 1949, a Refrigeração Paraná S/A (Refripar) e passou a comercializar a linha de produtos com a marca do nome da família Prosdócimo. A Refripar produzia eletrodomésticos, sendo o forte da produção a linha branca com freezers, geladeiras e condicionadores de ar. Era considerada a segunda maior indústria de produtos da chamada "linha branca" no país.

Em 1982, a Refripar assumiu o controle acionário das Indústrias Pereira Lopes, de São Carlos, São Paulo, até então fabricante das marcas Climax e Ibesa. No entanto, a Climax foi incorporada em 1995.[2]

Sérgio Prosdócimo, então dirigente e controlador, vendeu as empresas do grupo para o conglomerado sueco Electrolux em 1996, tornando-se a base da expansão da multinacional no Brasil. Durante algum tempo, ainda era usada uma marca combinada (Electrolux-Prosdócimo). Em 1997, a Refripar mudou a razão social para Electrolux do Brasil S/A e a marca Prosdócimo foi extinta.[3]

Em 22 de maio de 2018, Sérgio Prosdócimo morreu em Curitiba aos 76 anos, vítima de problemas cardíacos. Ele também foi presidente do Coritiba Foot Ball Clube. [4]

Referências

  1. «Arapuã compra lojas da Prosdócimo no Sul». Jornal do Brasil: 20. 18 de julho de 1984 
  2. «Prosdócimo». Arquivado do original em 27 de abril de 2015 
  3. Galvão, Camila (15 de junho de 2015). «Teste de idade: 15 marcas da sua infância que acabaram há mais de 10 anos». Mega curioso. Consultado em 6 de dezembro de 2018 
  4. Redação (22 de maio de 2018). «Morre Sérgio Prosdócimo, ex-presidente do Coritiba e empresário». Tribuna do Paraná. Consultado em 6 de dezembro de 2018