Ravi Varma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ravi Varma
Nascimento 29 de abril de 1848
Kilimanoor palace
Morte 2 de outubro de 1906
Attingal
Cidadania Travancore
Ocupação pintor, artista
Magnum opus Shakuntala
assinatura do pintor Ravi Varma
Assinatura do pintor

Rajá Ravi Varma (Kilimanoor, 29 de abril de 1848 - 2 de outubro de 1906) foi um pintor acadêmico da Índia, considerado um dos maiores da história da arte em seu país por retratar mitos locais, episódios hindus, objetos de culto e símbolos encontrados por toda Índia.

Seu trabalho é considerado um dos mais significativos exemplos da fusão entre as tradições e a sensibilidade local com o academismo europeu. Também se destacou por fazer litografias (um tipo de gravura baseado na repulsão entre água e óleo) de suas pinturas, tornando sua arte disponível para o público, o que aumentou seu alcance e influência como pintor e figura pública.

Conquistou reconhecimento no ocidente ao obter o primeiro prêmio no Salão de Viena em 1873. Em 1904 o vice-rei da Índia concedeu-lhe uma medalha de ouro. Nesta época passou a adotar o título de Rajá, o que foi contestado pelo Maharajá Moolam Thirunal, embora tenha se fixado ao seu nome na cultura popular.

Acervo de Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Ravi Varma
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.