Rica-rica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rica-rica
Sambal rica.JPG
PratoPrato principal
Lugar de origemIndonésia
Região ou estadoCelebes Setentrional
Ingredientes principaisCarne, frango ou frutos do mar temperados com pimenta

Rica-rica, às vezes chamado simplesmente de rica, é um tipo de bumbu (mistura de temperos) da culinária de Manado, no Norte de Sulawesi, Indonésia. Rica-rica usa pedaços grandes ou pó de pimentas chili vermelhas e verdes, pimenta olho-de-pássaro, chalotas, alho, gengibre e uma pitada de sal e açúcar. Todos esses temperos são cozidos em óleo de coco, e posteriormente misturados com folhas de limoeiro, capim-limão e suco de limão. Na Indonésia, é um tempero popular quente e picante para ser servido com diversos tipos de carnes vermelhas, frango ou frutos do mar grelhados.

Variantes[editar | editar código-fonte]

O prato pode ser preparado com diversos ingredientes principais. Na culinária de Manado, geralmente é feito a partir de peixes e frutos do mar variados, que são importantes para a cozinha local, mas também usa-se frango, pato e porco. Além disso, os minahasa cozinham animais exóticos seguindo a preparação do rica-rica, incluindo morcegos, raposas-voadoras, cobras e cachorros.[1] Essas variedades não são populares em outras partes do país, especialmente porque a população da Indonésia é majoritariamente muçulmana e, portanto, seguem as regras dietárias da religião, enquanto a maior parte dos minahasa são adeptos do cristianismo. No entanto, rica-rica feito de carne de frango, pato, peixe e camarão se tornaram populares por toda a extensão do país.[2][3]

Além das pimentas e do alho, também podem ser usados na receita noz-da-Índia, citronela, molho de soja e leite de coco.[4] Após a preparação, pode-se finalizar o prato adicionando pedaços de cebola, hortaliças, tomates verdes e abacaxi.[5]

Algumas versões do prato usam pequenas doses de vinagre ou de suco de limão para finalizar e aromatizar.[5][6]

Os tipos mais populares do prato são:

  • ayam rica-rica: feito com frango e suco de laranja [7]
  • bebek rica-rica: feito com carne de pato (bebek), geralmente pato-selvagem [8]
  • ikan mas rica-rica: feito com variedades de carpa. O prato é popular em toda a Indonésia.[9]
  • sapi rica-rica: feito com carne bovina, em geral cortes de músculo dianteiro e traseiro.[10]
  • babi rica-rica: feito com carne suína. Pelas regras dietárias do Islã, não é permitido aos seguidores da religião que estes comam carne de porco; portanto, essa variedade de rica-rica é consumida apenas nas partes da Indonésia de maioria não-muçulmana.[11]
  • paniki rica-rica: feito com carne de morcego-da-fruta. [2]

Rintek wu'uk rica-rica[editar | editar código-fonte]

Rintek wu'uk rica-rica é uma versão do prato que é feita com base em carne de cachorro. O prato é geralmente chamado de "RW rica-rica" (abreviação de rintek wu'uk, que significa "cabelos finos" no dialeto de Minahasa) nos restaurantes indonésios, como um eufemismo para o nome original do prato, a fim de causar menos espanto quanto ao ingrediente principal. O crescente mercado de carne de cachorro na Indonésia causa grande polêmica entre grupos contrários ao consumo, tanto os grupos de defensores dos direitos dos animais e os de vegetarianos quanto aos que são apenas contra o uso da carne de animais tipicamente de estimação como alimento.[12][13]

Boa parte do fluxo de compra e venda carne de cachorro se dá nos estratos sociais mais pobres: por conta da grande população de animais de rua no país, a carne de cachorros e gatos é muito mais barata do que vaca, frango ou peixe. Além disso, a criação de gatos e cachorros para abate exige menos espaço físico e menos dinheiro para alimentação e cuidados do que a criação de gado.[14] No entanto, o consumo também tem crescido por conta do grande fluxo de turistas atraídos por experiências gastronômica "extremas", especialmente em Bali; estima-se que, só na ilha, aproximadamente cem mil cachorros sejam abatidos por ano com fins de consumo humano.[15]

Além disso, não há legislação que regule a criação e abate dos animais e nem a venda da carne dos mesmos.[2][3][14] Justamente por isso, boa parte dos restaurantes que vendem pratos feitos à base de cachorro e abatedouros cometem atos graves de violência contra os animais que seriam considerados crimes - a maioria esmagadora é esquartejada ainda viva.[14][15] O mercado irregular de carne também colabora para a crescente epidemia de raiva entre a população de animais de rua na Indonésia, já que não há controle sobre os animais não-vacinados, tendo em vista que muitos são mantidos em cativeiro longe do conhecimento das agências reguladoras.[15]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sutcliffe, Theodora. «Indonesia's best – and goriest – cuisine». Consultado em 10 de novembro de 2017 
  2. a b c Sutcliffe, Theodora. «Masakan terbaik dan paling menakutkan di Indonesia». BBC Indonesia. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  3. a b Media, Kompas Cyber. «Mereka Terkaget-kaget di Pasar Tomohon... - Kompas.com». KOMPAS.com (em indonésio) 
  4. T., Yullia; Tuti. (2008). 668 resep masakan khas Nusantara dari 33 provinsi : menyajikan masakan dari berbagai bahan makanan, hidangan sepinggan, kudapan, dam minuman, praktis, lengkap, dan disusun secara sistematis, alternatif menu keluarga, alternatif menu usaha kuliner. Jakarta: Agromedia Pustaka. ISBN 9789790062009. OCLC 778269856 
  5. a b 1977-, Asti, Badiatul Muchlisin, (2009). Kumpulan resep masakah tradisional dari Sabang sampai Merauke. Yogyakarta: Media Pressindo. ISBN 9789797880729. OCLC 892813426 
  6. «Rasamasa - Tuna Rica-Rica». rasamasa.com (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2017 
  7. Indonesia, Femina. «Ayam Rica-Rica». www.femina.co.id (em indonésio). Consultado em 6 de novembro de 2017 
  8. «Bebek Rica-Rica lezat Special Empuk» (em indonésio) 
  9. «Bikin Sendiri Rica Rica Ikan Mas Sedap». www.ikanricarica.com (em indonésio). Consultado em 6 de novembro de 2017 
  10. «Resep Masakan: Rica-Rica Daging Sapi | Super Indo - Lebih Segar, Lebih Hemat, Lebih Dekat». www.superindo.co.id. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  11. «Definition of Halal - Know Halal Food Procedure and Rules | HFA - Halal Food Authority». halalfoodauthority.com (em inglês). Consultado em 6 de novembro de 2017 
  12. «Kampanye 'Dogs Are Not Food': Lebih dari 226 Ribu Anjing Mati Dimakan Tiap Tahun – Mongabay.co.id». www.mongabay.co.id (em inglês). Consultado em 10 de novembro de 2017 
  13. Post, The Jakarta. «Dogs should be off the menu, say animal lovers». The Jakarta Post (em inglês) 
  14. a b c Cochrane, Joe (25 de março de 2017). «Indonesians' Taste for Dog Meat Is Growing, Even as Others Shun It». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  15. a b c «Dogs Are Not Food: Ending the Cruel Dog Meat Trade in Bali - BAWA | Bali Animal Welfare Association». BAWA | Bali Animal Welfare Association (em inglês)