Rio Buranhém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rio Buranhém
Balsas no Rio Buranhém entre a sede de Porto Seguro e o distrito de Arraial d'Ajuda
Comprimento 148 km
Nascente Santo Antônio do Jacinto
Caudal médio 25,65 m³/s
Foz Porto Seguro
País(es)  Brasil

O rio Buranhém é um curso de água que corta os estados de Minas Gerais e Bahia, no Brasil. Nasce na Pedra do Cachorro, na serra dos Aimorés, em Santo Antônio do Jacinto, no estado de Minas Gerais. Conhecido também como rio do Peixe ou rio de Porto Seguro, percorre vinte quilômetros em Minas Gerais e 128 quilômetros na Bahia, até sua foz no oceano Atlântico, na cidade de Porto Seguro. É o manancial de onde é captada a água que abastece cidades do extremo sul baiano como Guaratinga e Eunápolis.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Buranhém" é o nome popular da árvore Pradosia lactescens.[1] É um nome originado da língua tupi antiga e significa "pau doce", através da junção dos termos ybyrá ("pau") e e'ẽ ("doce").[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O rio está no centro do triângulo turístico do Sul da Bahia, que envolve Arraial da Ajuda, Trancoso e Porto Seguro, abrangendo uma área de 377,8 quilômetros quadrados. O rio corta o centro do município de Porto Seguro. Permite passeios ecológicos até a ilha do Pau do Macaco, uma das várias ilhas fluviais locais entre ecossistemas diversos. Forma um estuário com doze quilômetros de extensão, com manguezais e espécies estuarinas características. Sua vazão média é de 25,65 m³/s na região já próxima de Porto Seguro.

Referências

  1. Aurélio Buarque de Holanda Ferreira (1986). Novo dicionário da língua portuguesa. [S.l.]: Nova Fronteira (Rio de Janeiro). 293 páginas 
  2. Eduardo de Almeida Navarro (2013). Dicionário de tupi antigo. [S.l.]: Global (São Paulo). 549 páginas 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.