Rui Pêgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Rui Pêgo é um locutor de rádio português. É o actual Director de Programas da RDP.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rui Pêgo começou a trabalhar em Angola na Rádio Eclésia (Luanda). Em Portugal iniciou-se num semanário de vida curta e chegou em 1977 à Rádio Renascença onde apresentou programas como "Meia de Rock", "Nós Por Cá", "Cor do Som", "Passeio da Fortuna" ou "Ocidental Praia".

Entretanto colaborava com a RTP onde apresentou programas como Roques da Casa e o concurso Fórmula J integrado no ano mundial da Juventude. Também foi colaborador permanente do jornal O Se7e.

Em 1987 foi um dos fundadores do Correio da Manhã Rádio e director da estação.[2]

Em 1993, com o fim do Correio da Manhã Rádio, passa para um novo projecto, a Rádio Nostalgia, acumulando com a gestão da Rádio Comercial. Depois dirigiu a Rádio Paris Lisboa durante 5 anos, a partir de 1997.

Colaborou com a SIC Notícias. Publicou um livro de compilação de crónicas chamado "Nação Valente" (Huguin, 2003). Foi, ainda, director de programas da Rádio Renascença a partir de 2003 até que, em Junho de 2005, Rui Pêgo passa a ser Director de Programas da RDP (Antena 1, Antena 2 e Antena 3). [1]

Em 2021, vence o Prémio Autores na categoria de melhor programa de rádio com o programa "Radicais livres" que apresenta com Jaime Nogueira Pinto e Pedro Tadeu.[3]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Rui Pêgo é casado, em segundas núpcias, com Júlia Pinheiro[4] e pai de quatro filhos incluindo Rui Maria Pêgo. O seu irmão Jorge Pêgo foi apresentador de programas de rádio como o "TNT-Todos No Top" e do Vivamúsica na RTP. Viveram em Luanda no tempo colonial (antes de 1975).

Referências

  1. a b As propostas para comemorar os 75 anos de serviço público de rádio 14 de abril de 2010, revista Meios & Publicidade
  2. / Rádio Crítica - Outras Rádios em Portugal nos anos 80
  3. spautores (25 de novembro de 2021). «PRÉMIO AUTORES 2021 | VENCEDORES |». www.spautores.pt. Consultado em 27 de março de 2022 
  4. Júlia Pinheiro: O retrato de uma mulher confiante 17 de junho de 2009, revista Caras
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.