Kőrösi Csoma Sándor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sándor Kőrösi Csoma)
Ir para: navegação, pesquisa
Kőrösi Csoma Sándor
Alexander Csoma de Kőrös
Conhecido(a) por fundador da tibetologia
Nascimento 27 de março de 1784 [1] ou 1787–1788[2]
Covasna, Reino da Hungria
Morte 11 de abril de 1842
(58 ou 54–55 anos)
Darjeeling, Índia
Ocupação linguista, filólogo, tibetólogo, viajante

Kőrösi Csoma Sándor (Covasna, 27 de março de 1784 [1] ou 1787–1788 [2]11 de abril de 1842), nascido Csoma Sándor, também conhecido como Alexander Csoma de Kőrös, nome com que assinava os seus trabalhos em inglês, foi um filólogo e orientalista húngaro, autor do primeiro dicionário e da primeira gramática tibetano-inglês. Nasceu em Kőrös (atualmente Covasna, na Roménia), Transilvânia, então parte do Reino da Hungria. Sua data de nascimento geralmente apresentada é 4 de abril, mas na realidade é apenas o dia de seu batizado.[carece de fontes?]

Na esperança de que seria capaz de traçar a origem dos grupo étnico dos magiares, partiu para o Oriente em 1820 e, depois deparar-se com muitas dificuldades no caminho, chegou em Ladakh. Passando por grandes privações naquele lugar, apesar de receber ajuda do governo britânico, devotou-se ao estudo da língua tibetana. Ele criou o primeiro dicionário inglês-tibetano enquanto vivia no mosteiro budista de Zangla na região de Zanskar em 1823. O dicionário foi publicado um ano mais tarde, em 1824.[3]

Em 1831, estabeleceu-se em Calcutá, onde compilou seu Tibetan Grammar and Dictionary e catalogou as obras tibetanas da biblioteca da Asiatic Society. Morreu em Darjeeling quando se preparava para partir para mais descobertas novas, por causa de malária que tinha contraído nas viagens. Diz-se que sabia ler em 17 línguas[carece de fontes?] e é amplamente considerado como o fundador da tibetologia.[2]

Referências

  1. a b «Korösi Csoma Sándor (1784-1842)» (em húngaro). Terebess Ázsia E-Tár. terebess.hu. Consultado em 30 de outubro de 2016. 
  2. a b c «Alexander Csoma de Körös, Founder of Tibetan Studies, and his Legacy in the Oriental Collection of the Library of the Hungarian Academy of Sciences» (em inglês). Biblioteca e Centro de Informação da Academia Húngara de Ciências. csoma.mtak.hu. 2006. Consultado em 30 de outubro de 2016. 
  3. Mark, Lussier (fevereiro de 2007), "Romanticism and Buddhism. Enlightenment East and West: An Introduction to Romanticism and Buddhism" (em inglês), Romantic Circles Praxis (College Park: Universidade de Maryland), ISSN 1528-8129, OCLC 43552101, http://www.rc.umd.edu/praxis/buddhism/lussier/lussier.html, visitado em 30 de outubro de 2016 


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filólogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.