Sady Baby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sady Baby
Nascimento30 de março de 1954 (65 anos)
Cidade natalErechim,  Rio Grande do Sul
Nome de nascimentoSady Plauth
Nacionalidadebrasileiro
Orientação sexualHeterosexual
EtniaCaucasiano
OcupaçãoAtor, Ator pornográfico, Produtor, Diretor e Roteirista
Nomes artísticosSady Baby
Ano de estreia1983
N.º de filmes28[1]
Sady Baby no IMDb (em inglês)
Sady Baby no IAFD (em inglês)

Sady Baby, nome artístico de Sady Plauth (Erechim, 30 de março de 1954) é um ator, produtor, diretor e roteirista brasileiro.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Possui em seu currículo 28 produções do gênero erótico, boa parte delas produzida no final da era da pornochanchada.[3]

Em novembro de 2005 chamou a atenção da mídia[4] quando a paternidade de uma moça de 17 anos foi questionada entre ele e o cantor Ovelha, também popular no final da década de 1980. Desde então, Sady fazia aparições pontuais na mídia, em possível tentativa de autopromoção.[carece de fontes?]

Voltou a filmar em 2008, depois de quase 20 anos longe das câmeras, tendo terminado dois filmes: Tesão dos Crentes e o polêmico A Filha do Diretor, onde uma das atrizes era sua filha. Os filmes foram apreendidos pela Polícia Federal porque, supostamente, algumas atrizes eram menores de idade.[carece de fontes?]

Foi preso em 25 de fevereiro de 2013, em uma barreira da Polícia Rodoviária Federal na BR-116, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. O ator e diretor portava documentos falsos em nome de um morador do Paraná. Sady Baby e Patrícia, sua namorada, teriam aberto contas em bancos da região para receber os talões de cheque e cartões de crédito. Os cheques eram usados em restaurantes, hotéis, mercados e lojas, entre outros. A suspeita é de que o casal aplicou golpe em vários estabelecimentos nos meses anteriores à prisão. Eles foram acusados pelo crime de estelionato.[5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • 2008 - Tesão dos Crentes
  • 2008 - A Filha do Diretor
  • 1992 - Ônibus da Suruba 2[6]
  • 1991 - Alucinações de um Gozador
  • 1990 - Ônibus da Suruba
  • 1989 - Cresce na Boca
  • 1988 - Rolaentrando
  • 1988 - Engolindo a Cobra
  • 1988 - Soltando a Franga
  • 1986 - A Bicharada
  • 1986 - Emoções Sexuais de um Jegue
  • 1986 - Emoções Sexuais de um Cavalo
  • 1986 - A Mulher do Touro
  • 1986 - Máfia Sexual
  • 1986 - Vive Duro
  • 1986 - O Jeito é Jegue
  • 1986 - Meus Homens meu Cavalo
  • 1986 - O Cavalo e a Potranca
  • 1986 - Meninas Virgens e P…
  • 1986 - No Calor do Buraco
  • 1986 - O Come Tudo
  • 1985 - Troca de Óleo
  • 1985 - De C… pra Cima
  • 1985 - As Mil e Uma Maneiras de Sexo Explícito
  • 1985 - Caiu de Boca[7]
  • 1985 - A Praia da Sacanagem[8]
  • 1984 - Paraíso da Sacanagem[9]
  • 1984 - Escândalo na Sociedade

Referências

  1. IAFD, http://www.iafd.com/person.rme/perfid=sadybaby/gender=m/sady-baby.htm acessado em 30/01/2017
  2. «Dados». Interfilmes.com 
  3. «Meu cinema brasileiro». Meucinemabrasileiro.com.br [ligação inativa]
  4. «Jornal da Orla». Jornaldaorla.com.br. Arquivado do original em 28 de agosto de 2006 
  5. «Ator e diretor pornô Sady Baby é preso por estelionato em Caxias do Sul». Pioneiro.com.br. 25 de fevereiro de 2013 
  6. «Necrofilmes». Necrofilmes.zip.net 
  7. Cinemateca Brasileira
  8. Cinemateca Brasileira
  9. Cinemateca Brasileira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sady Baby