Sandringham House

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sandringham House
Tipo Casa de campo
Estilo dominante Jacobino
Arquiteto A. J. Humbert
Robert William Edis
Construção 1870–1892
Proprietário inicial Eduardo VII
Proprietário atual Isabel II
Local Sandringham, Norfolk, Inglaterra,
 Reino Unido
Coordenadas 52° 49' 47" N 0° 30' 50" E
Sandringham House está localizado em: Inglaterra
Sandringham House
Localização de Sandringham na Inglaterra

Sandringham House é uma casa de campo localizada na paróquia de Sandringham, Norfolk, Reino Unido. É uma residência particular da rainha Isabel II, sendo propriedade da família real britânica desde meados no século XIX. O local é habitado desde o tempo elisabetano, quando uma grande mansão foi construída. Esta foi substituída em 1771 por uma mansão jorgiana para a família Hoste Henley. Sandringham foi comprada em 1836 por John Motteux, um mercador de Londres que era dono de propriedades em Norfolk e Surrey. Motteux não tinha herdeiros e toda a propriedade passou em 1843 para Charles Spencer Cowper, filho de sua amiga Emily Temple, Viscondessa Palmerston. Cowper vendeu os imóveis de Norfolk e Surrey e começou a reconstruir Sandringham. Ele levava uma vida extravagante e a propriedade acabou hipotecada na década de 1860.

Sandringham e oito mil acres de terra foram compradas em 1862 para Alberto Eduardo, Príncipe de Gales, depois Eduardo VII, como uma casa de campo para si e sua noiva, a princesa Alexandra da Dinamarca. A cada foi praticamente toda reconstruída entre 1870 e 1900 em um estilo descrito como "jacobino frenético". Eduardo também desenvolveu a propriedade, criando um dos melhores locais de caça da Inglaterra. Ele morreu em 1910 e a casa passou para seu filho Jorge V, que amava Sandringham profundamente. Foi do local que a primeira Mensagem Real de Natal foi transmitida em 1932 e onde ele morreu em 1936. A propriedade passou para seu filho Eduardo VIII, sendo comprado por seu irmão Jorge VI depois de Eduardo abdicar do trono. Jorge era tão dedicado a casa quanto seu pai e também morreu no local em 1952.

Isabel II herdou toda a propriedade depois da morte de seu pai. Ela até hoje passa a maior parte do inverno em Sandringham, incluindo durante o aniversário de sua ascensão. A primeira Mensagem Real de Natal televisionada foi transmitida da casa em 1957. Planos foram elaborados na década de 1960 para que Sandringham fosse demolida e substituída para uma construção mais moderna, porém estes não foram levados adiante. Isabel abriu a casa a visitação pública pela primeira vez em seu Jubileu de Prata em 1977. Diferentemente de outras residências reais, como o Castelo de Windsor e o Palácio de Buckingham, Sandringham e o Castelo de Balmoral na Escócia são propriedades particulares de Isabel II e não fazem parte da Coroa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sandringham House