Santa María la Mayor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Missões Jesuíticas dos Guarani: San Ignacio Miní, Santa Ana, Nossa Senhora de Loreto e Santa María Mayor (Argentina), Ruínas de São Miguel das Missões (Brasil) *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO
País  Argentina
Critérios (iv)
Referência 275
Coordenadas 27° 33′ S 55° 20′ W
Histórico de inscrição
Inscrição 1983. Expandido em 1984(? sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A missão de Santa María Mayor localiza-se ao norte do rio Iguaçu e a leste do rio Paraná, na actual província de Misiones, na Argentina.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 1626 pelos jesuítas Cláudio Ruyer e Diego Boroa. Em 1744 já tinha uma população de 993 pessoas. Foi abandonada quando os jesuítas foram expulsos das colónias espanholas, em 1767.

As suas ruínas foram declaradas Património Mundial em 1984.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências