Somália Italiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa da Somália Italiana

A Somália Italiana, ou raramente Somalilândia Italiana,[1] foi uma colônia italiana que durou de fins do século XIX até 1941. Após isso, esteve sob domínio britânico até 1949, quando foi convertida em Protetorado das Nações Unidas. Ocupava parte do territória no território do atual Estado africano da Somália.

1936-1941 Somália Italiana

A Itália obteve o controle de várias partes da Somália na década de 1880 e ao longo dos anos seguintes, o estabelecimento de colonos italianos foi estimulado. Em 1936, após a Segunda Guerra Ítalo-Etíope, a Somália Italiana tornou-se parte da África Oriental Italiana junto com a Etiópia e Eritreia.

Em 1941, o território foi ocupado por tropas britânicas e a administração permaneceu nas mãos do Reino Unido até novembro de 1949, quando a Somália Italiana foi convertida num Protetorado das Nações Unidas sob administração fiduciária de Roma.

No primeiro dia de julho de 1960 a Somália Italiana conquistou a independência, após a qual imediatamente se uniu à vizinha Somalilândia, que se tornara independente em 26 de junho, para constituir a República da Somália.

Bandeira e brasão[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Somalilândia Italiana». Biblioteca Digital Mundial. Consultado em 2 de abril de 2017