Sortimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sortimento
Álbum de estúdio de Zélia Duncan
Lançamento Abril de 2001
Gravação Nos estúdios Voices em São Paulo, Fubá Studios e Mega no Rio de Janeiro
Gênero(s) MPB
Duração 53:36
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Universal Music
Produção
Cronologia de Zélia Duncan
Acesso
(1998)
Sortimento Vivo
(2002)
Singles de Sortimento
  1. "Alma"
  2. "Me revelar"

Sortimento é o quinto álbum de estúdio (e o quinto no total) da cantora brasileira Zélia Duncan. O álbum foi lançado em abril de 2001, sendo o primeiro lançamento da artista pela Universal Music. No mesmo ano a artista comemorou seu vigésimo aniversário de carreira.

Nas palavras de Zélia:

"Sortimento não é só o lance de ser sortido, também significa provisão, mantimento, o que você acumula para viver. Estou tentando mostrar um pouco do que está acumulado em mim e tentando abrir para outras coisas. A unidade deste disco espero que seja eu cantando ali, mas não me preocupei com isso nos arranjos, na escolha do repertório. Eu quis fazer mesmo um negócio descabelado.”[1]

Divulgação e turnê[editar | editar código-fonte]

Para promover o álbum, Zélia esteve empenhada em uma turnê de concertos musicais que começou no Brasil e a levou até Portugal em maio/junho de 2002 para shows no Coliseu do Porto e de Lisboa. A tour começou em maio de 2001. Da turnê foi originado o primeiro CD e DVD ao vivo da cantora, Sortimento Vivo.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

"Sortimento" teve duas indicações ao Grammy Latino de 2002:

Ano Recipiente Categoria Resultado
2002 Arnaldo Antunes e Pepeu Gomes por "Alma" Grammy Latino de Melhor Canção Brasileira Indicado
2002 Sortimento Grammy Latino de Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro Indicado

Faixas[editar | editar código-fonte]

A gravação foi dirigida por Beto Vilares (Alma, Chicken de Frango, Eu Me Acerto, Sortimento, Desconforto, Beleza Fácil, Flores e Na Hora da Sede) e Christiaan Oyens (Alma, Me Revelar, Todos os Dias e Hóspede do Tempo.). Em sua heterogeneidade, o disco passeia tranquilamente do samba ao folk com leveza e tranquilidade. Em “Desconforto” (parceria com Rita Lee) há uma crítica à situação do país na época e ao então presidente, Fernando Henrique Cardoso.[2]

A faixa bônus "Eu vou estar" foi tirada do CD Acústico MTV - Capital Inicial, e foi gravada ao vivo no dia 21 de março de 2000, no Teatro Mars em São Paulo.

A canção "Alma", de Pepeu Gomes e Arnaldo Antunes, foi regravada por Arnaldo Antunes, e foi incluída em seu CD/DVD ao vivo Acústico MTV - Arnaldo Antunes em 2012. A mesma faixa foi incluída na trilha sonora das novelas brasileiras O Clone, exibida entre 2001 e 2002 e Alto Astral, como tema de abertura, exibida entre 2014 e 2015, ambas pela Rede Globo.

O álbum contém 12 faixas e mais duas bônus, sendo parcerias de Duncan com outros cantores. [3]

Sortimento [4]
TítuloCompositor(es) Duração
1. "Por que que eu não pensei nisso antes?"  Itamar Assumpção 4:46
2. "Alma"  Pepeu Gomes e Arnaldo Antunes 4:10
3. "Chicken de Frango" (Com a participação de Rodrigo Maranhão)Rodrigo Maranhão, Zélia Duncan 3:58
4. "Eu me acerto"  Duncan 3:05
5. "Sortimento"  Nando Reis 3:49
6. "Desconforto"  Rita Lee, Duncan 4:09
7. "Beleza fácil"  Maranhão, Duncan 3:40
8. "Me revelar"  Christiaan Oyens, Duncan 3:43
9. "Todos os dias"  John 4:10
10. "Flores"  Fred Martins, Marcelo Diniz 3:30
11. "Na hora da sede" (Cover de Luiz Américo)Américo Francisco Filho, Braguinha 3:29
12. "Hóspede do tempo"  Martins, Duncan 3:48
Sortimento - Faixas bônus
TítuloCompositor(es)Observações Duração
13. "Partir, andar" (com a participação de Herbert Vianna)Vianna  3:42
14. "Eu Vou Estar" (com a participação da banda Capital Inicial)Dinho Ouro Preto, Alvin LFaixa gravada ao vivo no dia 21 de março de 2000, no Teatro Mars em São Paulo. 3:38

Singles[editar | editar código-fonte]

Singles
Nome Lançamento
Alma[5] 2001
Me revelar[6]
Clipes musicais
Nome Lançamento Mídia
Alma 2001 YouTube oficial da artista
DVD Sortimento Vivo
Me revelar 2001 YouTube oficial da artista
DVD Sortimento Vivo

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Dirigido por: Beto Vilares (nas faixas: 1,3,4,5,6,7,10 e 11) e Christiaan Oyens (nas faixas 2,8,9 e 12)
  • Gravado nos estúdios: Voices - SP, Fubá Studios - RJ e Mega - RJ entre janeiro e fevereiro de 2001
  • Técnicos de gravação: Marcio Gama, LC Varella, Christian Eduardo, Eber Marcos
  • Assistentes de gravação: Pablo Homem de Mello, Thiago de Jesus, Breno Maia, Marco Hoffer, Macito
  • Mixado nos estúdios: Mosh - SP por Luiz Paulo Serafim, Nas Nuvens por Vitor Farias, AR por Marcelo Sabóia
  • Assistente AR: Barney
  • Assistente de mixagem: Kalil, Gabriel Costa, Jorge Guerreiro, Luizão, Fernando Rebelo, Augusto Ferreira
  • Masterizado: Magic Master por Ricardo Garcia
  • Faixa Bônus:
    • Partir, andar - Herbert Vianna (EMI): fonograma gentilmente cedido por EMI Music
    • Eu vou estar [Ao vivo] - Dinho Ouro Preto/Alvin L. (Warner Chappell): Áudio extraído do programa Acústico MTV-Capital Inicial, gravado em 21 de março de 2000, no Teatro Mars, em São Paulo.
  • Direção Artística: Max Pierre
  • Gerência Artística: Ricardo Moreira
  • Produção Executiva: Beth Araújo
  • Direção de arte e capa: Niura Machado Bellavinha
  • Foto: Arthur Omar
  • Produção executiva da capa: Elisa de Magalhães
  • Assistente de produção: Alexander Dário
  • Designer assistente: Michael Canno
  • Beauty: Silvana Gurgel e Anderson
  • Coordenação gráfica: Gê Alves Pinto e Patrícia Fernandes

Referências