Soyuz 7K-L1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde dezembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.


Soyuz 7K-L1 (Zond)
A Soyuz 7K-L1
Zond.
Origem
País  União Soviética
Fabricante S.P. Korolev RSC Energia
Operação
Levar dois astronautas em circunavegação lunar
Tipo de missão
Versão específica para missões lunares
Características físicas
Altura 4,48 m
Diâmetro 2,20 m
Volume 4 m3
Massa 5.680 kg

A Soyuz 7K-L1, também conhecida como Zond do termo em russo Зонд, ou Sonda, foi projetada para ser usada no Programa lunar tripulado soviético, mais especificamente no subprograma Lunar L1.[1]

A Soyuz 7K-L1, foi projetado para circundar a Lua sem entrar em órbita, numa viagem de ida e volta imediata. ela foi baseada na Soyuz 7K-OK, com vários componentes sendo retirados para reduzir o peso do veículo, incluindo a retirada do módulo orbital, substituído por uma antena parabólica de alto ganho e um paraquedas de reserva.[1]

Foram incluídas uma plataforma giroscópica e sensores de navegação estelar. Essa espaçonave era capaz de transportar dois astronautas. No início, havia sérios problemas de confiabilidade, tanto na espaçonave, quanto no lançador, o foguete Proton UR-500K.[1]

Precedido por
Soyuz 7K-OKS
Naves das Missões Soyuz
19671970
Sucedido por
Soyuz 7K-L3

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Mark Wade. «Soyuz 7K-L1». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 17 de julho de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre espaçonaves ou sondas espaciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.