Zond 5

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zond 5
Exemplo
Descrição
Tipo Sobrevoo lunar
Missão Voo experimental
Operador(es) OKB-1
Identificação NSSDC 1968-076A[1]
Identificação SATCAT 3394[1]
Duração da missão 6 dias, 18 horas e 24 minutos
Propriedades
Plataforma Soyuz 7K-L1
Fabricante OKB-1
Massa de lançamento 3 575 kg
Missão
Contratante(s) OKB-1
Data de lançamento 14 de setembro de 1968
21:42 UTC
Veículo de lançamento Proton-K/D
Local de lançamento Baikonur 81
Destino Sobrevoo lunar
Data de sobrevoo 18 de setembro de 1968
Data de aterrissagem 21 de setembro de 1968
16:08 UTC
Local de aterrissagem
Especificações orbitais
Referência orbital Geocêntrica
Regime orbital Órbita terrestre baixa
Semi-eixo maior 6 613 km
Excentricidade orbital 0,00604
Periastro 202 km
Apoastro 282 km
Inclinação orbital 51,83º
Período orbital 89,29 minutos
Época 13 de setembro de 1968


A Zond 5 foi a quinta missão do programa espacial Zond e é considerada a precursora dos voos tripulados, principalmente porque esta foi a primeira sonda a dar uma volta em torno da Lua e retornar à Terra.

A sonda da missão foi lançada de um Sputnik Tyazheliy estacionado em órbita terrestre para fazer sondagens científicas durante um voo lunar e regressar à Terra. O lançamento ocorreu em 14 de Setembro de 1968 no Cosmódromo de Baikonur, na já extinta União Soviética.

Em 18 de Setembro de 1968, a nave espacial deu uma volta ao redor da Lua. A maior aproximação com a superfície foi de 1 950 km.

Ao longo do voo foram obtidas fotografias de alta qualidade da Terra a uma distância de 90 mil km. Foi incluído no voo um experimento biológico envolvendo: várias tartarugas, moscas do vinho, minhocas, plantas, sementes e bactérias. Em 21 de Setembro de 1968, a cápsula de reentrada voltou para a atmosfera terrestre e usando-se dos recursos da sua aerodinâmica conseguiu diminuir a velocidade até abrir os paraquedas a 7 km de altura. A cápsula caiu no Oceano Índico e foi recuperada com sucesso no mesmo dia.

O sucesso da missão Zond 5 marcou um grande passo da União Soviética na corrida espacial.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Zond 5». NASA Space Science Data Coordinated Archive. Consultado em 28 de fevereiro de 2019 
  2. «Soviet and Russian Lunar Exploration» (PDF). p. 314