Luna 19

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luna 19
Espaçonave do tipo E-8LS como a Luna 19
Missão
Operação União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
Contratantes principais GSMZ Lavochkin
Plataforma E-8LS
Tipo de missão Ciência Planetária / imagens da superfície da Lua
Lançamento 28 de setembro de 1971 10:00:22 UTC
Veículo de Lançamento Proton-K + Bloco-D
Local do Lançamento Cosmódromo de Baikonur - União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, atual Cazaquistão
Orbitou A Lua
Inserção orbital 03 de outubro de 1971
Órbitas ~4.315
Fim da missão Último contato em 20 de outubro de 1972
Duração da missão ~388 dias
COSPAR 1971-082A
Massa 5.700 kg
Resultado Sucesso - efetuou mais de 4.000 órbitas na Lua
Elementos Orbitais
Excentricidade 0,18
Inclinação 40,58°
Apogeu 140 km
Perigeu 140 km
Período orbital 121,13 minutos

Luna 19 (em russo: Луна que significa lua), ou Luna E-8LS No.1, identificada pela NASA como 1971-082A, foi a primeira missão usando a plataforma E-8LS,[1] para o Programa Luna (um projeto soviético), tinha como objetivos, a obtenção de imagens da superfície lunar, com um sistema especializado de câmeras de TV e um sofisticado sistema de orientação e rastreamento, e também estender o estudo sistemático dos campos gravitacionais e concentração de massas, além do estudo de radiações e ventos solares.

A espaçonave[editar | editar código-fonte]

A espaçonave Luna 19, do tipo E-8LS, consistia de dois estágios integrados: um estágio básico semelhante ao anteriores e um de instrumentação montado sobre o primeiro:[2]

  • O estágio básico era um cilindro montado sobre um conjunto de tanques esféricos sem os trens de pouso, um motor principal e jatos auxiliares para atuar durante as manobras de entrada e manutenção em órbita.
  • O estágio de instrumentação tinha o formato semelhante ao do rover Lunokhod (como uma banheira, só que sem as rodas), que abrigava toda a instrumentação científica em ambiente pressurizado.

A missão[editar | editar código-fonte]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O lançamento da Luna 19, ocorreu em 28 de Setembro de 1971 as 10:00:22 UTC, através de um foguete Proton-K, a partir da plataforma 81/24 do Cosmódromo de Baikonur que a levou a uma órbita de espera intermediária e em seguida impulsionada em direção à Lua.[3]

Percurso e órbita[editar | editar código-fonte]

Depois de duas manobras de correção de curso realizadas na sua rota para a Lua em 29 de Setembro e 1 de Outubro, a Luna 19 entrou em órbita lunar em 2 de Outubro de 1971. Os parâmetro iniciais da órbita lunar eram: 140 x 140 km a 40,58° de inclinação.[3]

A pesquisa[editar | editar código-fonte]

Logo depois de entrar em órbita, a espaçonave deu início a sua missão principal, fornecendo imagens panorâmicas da região montanhosa da Lua localizada entre 30° e 60° de latitude Sul e 20° e 80° de longitude Leste. Outros experimentos científicos sobre a forma e a força do campo gravitacional da Lua e localização de massas. Experimentos de ocultação em Maio e Junho de 1972, permitiram aos cientistas determinar a concentração de partículas carregadas a uma altitude de 10 km. Estudos adicionais dos ventos solares foram coordenados com os efetuados pelas sondas Marte 2 e Marte 3 e também pelas Venera 7 e Venera 8. As comunicações com a Luna 19 foram encerradas em algum momento entre 3 e 20 de Outubro de 1972, depois de um ano de operação e mais de 4.000 órbitas ao redor da Lua.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Krebs, Gunter (16 de janeiro de 2014). «Luna Ye-8LS». Gunter's Space Page. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  2. «Luna 19». NASA. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  3. a b c «Luna 19». National Space Science Data Center. Consultado em 25 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Luna 18
Programa Luna
Sucedido por
Luna 20