Luna 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde janeiro de 2014). Ajude e colabore com a tradução.


Luna 2
Luna 2
Descrição
Duração da missão 33 horas e 50 minutos
Propriedades
Massa 390 kg
Missão
Fim da missão 14 de setembro de 1959 às 21:02:24 UTC


A Luna 2,[1][2] em russo Луна-2, também conhecida como Luna E-1A No.2, foi a segunda de uma série de duas missões usando a plataforma E-1A, para o Programa Luna (um projeto soviético), tinha como objetivo, obter um impacto na Lua.

Lançada ao espaço às 06:39:42 UTC de 12 de setembro de 1959. Ela foi a primeira nave espacial a alcançar a superfície da Lua, se tornando também o primeiro objeto feito pelo homem a atingir um outro corpo celeste.[2][3]

O impacto lunar ocorreu as 21:02:24 UTC em 14 de Setembro de 1959, a leste do Mare Imbrium, perto das crateras Aristillus, Archimedes e Autolycus.[4]

A Luna 2 era similar no projeto ao Luna 1, uma nave espacial esférica com antenas projetando-se no corpo. A instrumentação era também similar, incluindo contadores de Geiger, um magnetômetro, detectores de Cherenkov e detectores de micrometeorito. Não havia nenhum sistema de propulsão próprio.[2][5]

A Luna 1 tinha fornecido a primeira evidência do fenômeno do vento solar; Para melhorar a eficiência, os quatro sensores de fluxo de plasma da Luna 2 foram modificados em um arranjo em tetraedro.

Após ser lançada e ter alcançado a velocidade de escape em 13 de setembro de 1959, a Luna 2 se separou do terceiro estágio do veículo lançador, que viajou junto com ela para a lua. Em 13 de setembro a espaçonave liberou uma nuvem alaranjada brilhante do gás sódio, que ajudou a realizar uma experiência do comportamento do gás no espaço. Às 21:02h de 14 de Setembro, após 33,5 horas de voo, os sinais de rádio da Luna 2 cessaram, indicando que havia impactado na Lua.

O ponto do impacto, na região de Palus Putredinis, é estimado como tendo ocorrido nas seguintes coordenadas lunares: 29° 6′ 0″ N, 0° 0′ 0″ E. Cerca de 30 minutos após o impacto da espaçonave,, o terceiro estágio do veículo lançador impactou também na Lua. A missão confirmou que a Lua não possui nenhum campo magnético mensurável e não encontrou nenhuma evidência de anéis de radiação.

Estandartes[editar | editar código-fonte]

Cópia do artefato com os estandartes da URSS usados na Luna 2.

A missão Luna 2 carregava três tipos de estandartes da União Soviética diferentes: dois deles, localizados na espaçonave e um terceiro localizado no terceiro estágio do foguete que também caiu na Lua cerca de 30 minutos depois da espaçonave.

Os estandartes localizados na espaçonave tinham o formato esférico e eram recobertos por elementos pentagonais idênticos, de aço inoxidável. No centro havia material explosivo para reduzir a velocidade de queda dos elementos. Cada um desses elementos possuía o brasão de armas da URSS e as letras cirílicas CCCP em um dos lados e do outro, as palavras "СССР СЕНТЯБРЬ 1959" (URSS Setembro de 1959).

O estandarte localizado no terceiro estágio, era composto por uma cápsula preenchida com líquido e fitas de alumínio dentro. Em cada uma dessas fitas, constavam: o brasão de armas da URSS, as palavras "СЕНТЯБРЬ 1959" (Setembro de 1959) e também as palavras "СОЮЗ СОВЕТСКИХ СОЦИАЛИСТИЧЕСКИХ РЕСПУБЛИК" (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Krebs, Gunter. «Luna Ye-1A». Gunter's Space Page. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  2. a b c McDowell, Jonathan. «Launch Log». Jonathan's Space Page. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  3. «Missions to the Moon». The Planetary Society. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  4. «Luna 2». NASA - NSSDC. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  5. Christy, Robert. «The Mission of Luna 2». Zarya.info. Consultado em 13 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Luna E-1A No.1
Programa Luna
Sucedido por
Luna 3