Chandrayaan-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre uma missão espacial atualmente em curso. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 16 de agosto de 2019; editado pela última vez em 25 de julho de 2019) CELstart-rocket.png
Chandrayaan-2
Descrição
Duração da missão Orbitador: 1 ano
Lander Vikram: <15 dias[1]
Rover Pragyan <15 dias[1]
Propriedades
Massa 2.650 kg
Missão
Destino Lua


Chandrayaan-2 (em sânscrito: चंद्रयान-२, lit: Moon-vehicle[2][3] Loudspeaker.svg? pronunciation), é a segunda missão de exploração lunar desenvolvido pela Agência Espacial Indiana depois da Chandrayaan-1, inicialmente em conjunto com a Agência Espacial Russa.[4] A missão era planejada para começar em 2014[5][6][7] mas o lançamento foi cancelado devido a um obstáculo técnico em 15 de julho de 2019, e remarcado às 2:43 pm IST na segunda-feira, 22 de julho de 2019.[8][9] De acordo com a ISRO, a missão vai testar várias novas tecnologias e realizar novos experimentos.[5][6][10] A espaçonave tem uma massa de 3,8 toneladas, tem três módulos: Sonda espacial orbital, Lander (Vikram) e Rover (Pragyan). Se for bem sucedido, o ISRO Chandrayaan 2 será a primeira missão a pousar um veículo espacial perto do pólo sul lunar. A Índia será o quarto país a conseguir isso depois dos EUA, URSS e China.[11]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Os principais objetivos do Chandrayaan-2 são demonstrar a capacidade de pousar suavemente na superfície lunar e operar um astromóvel robótico na superfície. Os objetivos científicos incluem estudos de topografia lunar, mineralogia, abundância elementar, exosfera lunar e assinaturas de hidroxila e gelo.[12]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Chandrayaan 2 deveria ser lançado de Sriharikota em 15 de julho às 02h01. entretanto foi adiado, citando questões técnicas.[13][14] Finalmente, a nave foi lançada em 22 de julho de 2019.[15]

Perfil da missão[editar | editar código-fonte]

Cronograma de Operações [16]
Estágio Data Evento Detalhe Resultado Referências
Estágio geocêntrico 22 de julho de 2019: 09:13:12 UTC Lançamento Tempo de Descarga: 16 min 14 seg Apogeu: 45 475 km (28 000 mi)
Perigeu: 169,7 km (105 4 mi)
[17]
24 de julho de 2019 09:22 UTC Manobra de elevação de órbita Tempo de Descarga: 48 sec Apogeu: 45 163 km (28 000 mi)
Perigeu: 230 km (140 mi)
[18]
26 de julho de 2019, 01:09 (planejado) Manobra de elevação de órbita Tempo de Descarga: Apogeu:

Perigeu:

[19]
29 de julho de 2019 19:39 UTC (planejado) Manobra de elevação de órbita Tempo de Descarga: Apogeu:

Perigeu:

02 de agosto de 2019 (planejado) Manobra de elevação de órbita Tempo de Descarga: Apogeu:

Perigeu:

06 de agosto de 2019 (planejado) Manobra de elevação de órbita Tempo de Descarga: Apogeu:

Perigeu:

14 de agosto de 2019 (planejado) Injeção translunar Tempo de Descarga: Apogeu:

Perigeu:

Selenocêntrico phase

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Nair, Avinash (31 de maio de 2015). «ISRO to deliver "eyes and ears" of Chandrayaan-2 by 2015-end». The Indian Express. Consultado em 7 de agosto de 2016 
  2. «candra». Spoken Sanskrit. Consultado em 5 de novembro de 2008 
  3. «yaana». Spoken Sanskrit. Consultado em 5 de novembro de 2008 
  4. «India, Russia giving final shape to Chandrayaan-2». Hindustan Times. 30 de outubro de 2008. Consultado em 11 de novembro de 2008 
  5. a b «Chandrayaan-2 to be finalised in 6 months». The Hindu. 7 de setembro de 2007. Consultado em 22 de outubro de 2008 
  6. a b «Chandrayaan-II will try out new ideas, technologies». The Week. 7 de setembro de 2010. Consultado em 7 de setembro de 2010 [ligação inativa] 
  7. «ISRO plans Moon rover». Chennai, India: The Hindu. 4 de janeiro de 2007. Consultado em 22 de outubro de 2008 
  8. Malewar, Amit (19 de julho de 2019). «Chandrayaan 2 launch: ISRO reveals new date and time». Tech Explorist (em inglês). Consultado em 19 de julho de 2019 
  9. Laxman, Srinivas (3 de Março de 2018). «Chandrayaan-2 launch delayed, likely to take off only after Oct». The Times of India. Times News Network. Consultado em 8 de Março de 2018 
  10. «Landing spots for Chandrayaan-2 identified». DNA India. 21 de fevereiro de 2014. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  11. BaglaJul. 22, Pallava; 2019; Pm, 2:45 (31 de janeiro de 2018). «Update: After 1.5 years of delay, India's ambitious lunar mission launches». Science | AAAS (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2019 
  12. «Chandrayaan 2». NSSDCA Master Catalog. NASA. Consultado em 3 July 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. Chandrayaan-2 will carry a total of 13 payloads including one from NASA The payloads onboard the lunar mission will not be all Indian, as it was being expected initially. por Ashwini Sakharkar - 2019
  14. Malewar, Amit (15 de julho de 2019). «Chandrayan 2 mission has been put on hold citing technical issues». Tech Explorist (em inglês). Consultado em 15 de julho de 2019 
  15. «Índia lança a Chandrayaan-2, missão inédita até a Lua». G1. Consultado em 22 de julho de 2019 
  16. «Chandrayaan-2 update:Mission Plan of Chandrayaan-2 spacecraft - ISRO». www.isro.gov.in. Consultado em 24 de julho de 2019 
  17. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome ISRO_PR_20190722
  18. «Chandrayaan2 update: First earth bound maneuver - ISRO». www.isro.gov.in. Consultado em 24 de julho de 2019 
  19. «Chandrayaan2 update: First earth bound maneuver - ISRO». www.isro.gov.in. Consultado em 25 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.