Chandrayaan-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chandrayaan-2
Propriedades
Massa 2.650 kg
Missão
Destino Lua


Chandrayaan-2 (em sânscrito: चंद्रयान-२, lit: Moon-vehicle[1][2] Loudspeaker.svg? pronunciation), é a segunda missão de exploração lunar desenvolvido pela Agência Espacial Indiana depois da Chandrayaan-1, inicialmente em conjunto com a Agência Espacial Russa.[3] A missão era planejada para começar em 2014[4][5][6] mas foi adiada para alguma data após Janeiro de 2019.[7]

De acordo com a ISRO, a missão vai testar várias novas tecnologias e realizar novos experimentos.[4][5][8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «candra». Spoken Sanskrit. Consultado em 5 de novembro de 2008 
  2. «yaana». Spoken Sanskrit. Consultado em 5 de novembro de 2008 
  3. «India, Russia giving final shape to Chandrayaan-2». Hindustan Times. 30 de outubro de 2008. Consultado em 11 de novembro de 2008 
  4. a b «Chandrayaan-2 to be finalised in 6 months». The Hindu. 7 de setembro de 2007. Consultado em 22 de outubro de 2008 
  5. a b «Chandrayaan-II will try out new ideas, technologies». The Week. 7 de setembro de 2010. Consultado em 7 de setembro de 2010 [ligação inativa] 
  6. «ISRO plans Moon rover». Chennai, India: The Hindu. 4 de janeiro de 2007. Consultado em 22 de outubro de 2008 
  7. Laxman, Srinivas (3 de Março de 2018). «Chandrayaan-2 launch delayed, likely to take off only after Oct». The Times of India. Times News Network. Consultado em 8 de Março de 2018 
  8. «Landing spots for Chandrayaan-2 identified». DNA India. 21 de fevereiro de 2014. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.