Starlink (satélite)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Logo
Vista dos 60 Satélites Starlink do lançamento de 24 de maio de 2019

O Starlink é um projeto de desenvolvimento de constelações de satélites em andamento pela empresa americana SpaceX,[1] para desenvolver uma plataforma de satélites de baixo custo e alto desempenho e transceptores terrestres de clientes necessários para implementar um novo sistema de comunicação baseado na internet.[2] Cada satélite Starlink pesa aproximadamente 227 kg e possui um design de painel plano que possui múltiplas antenas de alto rendimento e um único painel solar.

Esta grande constelação de satélites artificiais orbitando em órbita terrestre baixa (LEO) formará a espinha dorsal de uma rede global de internet de banda larga. E a empresa planeja lançar mais 12 mil desses satélites. Muitos astrônomos levantaram temores de que eles interfeririam nas observações visuais e até na radioastronomia.[3]

História da missão[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de maio às 22:30 EDT, SpaceX lançou 60 satélites Starlink do Complexo 40 (SLC-40) na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida. Cerca de uma hora e dois minutos após o lançamento, os satélites Starlink começam a ser utilizados a uma altitude de 440 km acima da Terra. Eles usam a propulsão a bordo para atingir uma altitude operacional de 550 km.[4]

Lançamentos[editar | editar código-fonte]

A implantação dos 1.584 primeiros satélites será realizada em 24 planos orbitais de 66 satélites cada, com um ângulo de elevação mínimo solicitado mais baixo para melhorar a recepção: 25 graus em vez dos 40 graus das outras duas conchas orbitais.[5][6] A SpaceX lançou os primeiros 60 satélites da constelação em maio de 2019 em uma órbita de 450 km e esperava até seis lançamentos em 2019 na época, com 720 satélites (12 * 60) para cobertura contínua em 2020.[7][8]

Lançamentos
Vôo № Data e hora (UTC) Local de lançamento Veículo de lançamento[nota 1] Altitude da órbita (km) Inclinação Número liberado Resultado
1 22 de fevereiro de 2018 14:17[9][10] Vandenberg F9 FT ♺ B1038.2[11] 514 97.5°[12] 2 Sucesso2.jpg !
Dois satélites de testes conhecidos como Tintin A e B[13] (MicroSat-2a e 2b) que foram implantados como co-cargas no satélite Paz.
2 24 de maio de 2019 às 02:30[14] CCAFS SLC-40 F9 B5 ♺ B1049.3[11] 440 to 550 ~53° 60[15][16] Sucesso2.jpg ! [17]
Segundo lançamento de satélites de teste para a constelação Starlink da SpaceX.[18] Dito ser "design de produção", eles serão usados para testar vários aspectos da rede, incluindo a desorbitação.[19] Eles não terão capacidade de interligação por satélite e somente poderão se comunicar com antenas terrestres estacionárias.

Um dia após o lançamento, um astrônomo amador na Holanda foi um dos primeiros a publicar um vídeo mostrando os satélites voando pelo céu como um "trem" de luzes brilhantes.[20] Cinco semanas após o lançamento, 57 dos 60 satélites estavam "saudáveis", enquanto três haviam se tornado inoperantes e estavam abandonados, mas desorbitaram devido a resistência atmosférica.[21]

3 Novembro 2019[22] CCAFS SLC-40 F9 B5 450 53˚ 60[23] Planejada
Irá lançar um grande lote de satélites Starlink para uma órbita de aproximadamente 450 km a uma inclinação de 53˚. Provavelmente, será o início de uma campanha de lançamento para obter mais de 2.200 satélites Starlink Ka/Ku-band lançados em março de 2024.[24]
4 November 4, 2019[25] CC 39A or SLC-40 F9 B5 TBD Planejada
Quarto lançamento


Referências

  1. Grush, Loren (15 de fevereiro de 2018). «SpaceX is about to launch two of its space Internet satellites — the first of nearly 12,000». The Verge. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  2. de Selding, Peter B. (5 de outubro de 2016). «SpaceX's Shotwell on Falcon 9 inquiry, discounts for reused rockets and Silicon Valley's test-and-fail ethos». SpaceNews. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  3. SpaceX’s Starlink satellites could be a pain for astronomers SpaceX’s Starlink satellites are clearly visible in the sky and hence the Astronomers are not happy. por Ashwini Sakharkar (2019)
  4. SpaceX launched Flacon 9 loaded with 60 Starlink satellites Just over an hour after launch, SpaceX successfully deployed the 60 flat-packed Starlink satellites. por Ashwini Sakharkar (2019)
  5. Wiltshire, William M., ed. (18 de novembro de 2018), «Application for Fixed Satellite Service by Space Exploration Holdings, LLC», SAT-MOD-20181108-00083 / SATMOD2018110800083, https://fcc.report: Space Exploration Holdings, LLC via FCC regulatory release process, consultado em 24 de março de 2019, Space Exploration Holdings, LLC seeks to modify its Ku/Ka-band NGSO license to relocate satellites previously authorized to operate at an altitude of 1,150 km to an altitude of 550 km, and to make related changes to the operations of the satellites in this new lower shell of the constellation. 
  6. SPACEX NON-GEOSTATIONARY SATELLITE SYSTEM, Attachment A, TECHNICAL INFORMATION TO SUPPLEMENT SCHEDULE S, US Federal Communications Commission, 8 November 2018, accessed 23 November 2018.
  7. SpaceX on Twitter: O Falcon 9 lança 60 satélites Starlink em órbita - visando até 6 lançamentos Starlink este ano e acelerará nossa cadência no próximo ano para colocar ~ 720 satélites em órbita para cobertura contínua das áreas mais populosas da Terra
  8. «Technical details for satellite STARLINK GROUP». N2YO.com - Real Time Satellite Tracking and Predictions. Consultado em 1 de junho de 2019 
  9. Graham, William (22 de fevereiro de 2018). «SpaceX launches Falcon 9 with PAZ, Starlink demo and new fairing». NASASpaceFlight.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2019 
  10. Wall, Mike (22 de fevereiro de 2018). «SpaceX's Prototype Internet Satellites Are Up and Running». Space.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2019 
  11. a b «Falcon-9». space.skyrocket.de. Consultado em 18 de maio de 2019 
  12. «TINTIN A». N2YO.com. Consultado em 12 November 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. elonmusk (22 February 2018). «First two Starlink demo satellites, called Tintin A & B, deployed and communicating to Earth stations» (Tweet) (em inglês). Consultado em 22 February 2018. Cópia arquivada em 22 February 2018 – via Twitter  Verifique data em: |acessodata=, |arquivodata=, |data= (ajuda)
  14. «Starlink Press Kit» (PDF). SpaceX. 15 de maio de 2019. Consultado em 23 de maio de 2019 
  15. elonmusk (11 de maio de 2019). «First 60 SpaceX Starlink satellites loaded into Falcon fairing. Tight fit.» (Tweet) (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2019 – via Twitter 
  16. elonmusk (11 May 2019). «Much will likely go wrong on 1st mission. Also, 6 more launches of 60 sats needed for minor coverage, 12 for moderate.» (Tweet) – via Twitter  Verifique data em: |data= (ajuda)
  17. Roulette, Joey. (23 de maio de 2019), «First satellites for Musk's Starlink internet venture launched into orbit», Reuters, consultado em 24 de maio de 2019 
  18. Henry, Caleb (26 de abril de 2019). «FCC OKs lower orbit for some Starlink satellites». SpaceNews. Consultado em 28 de abril de 2019. lower the orbit of nearly 1,600 of its proposed broadband satellites. The Federal Communications Commission said April 26 it was OK with SpaceX changing its plans to orbit those satellites at 550 -quilômetro (340 mi) kilometers instead of 1,150 -quilômetro (0 715 mi) kilometers. SpaceX says the adjustment, requested six months ago, will make a safer space environment, since any defunct satellites at the lower altitude would reenter the Earth’s atmosphere in five years even without propulsion. The lower orbit also means more distance between Starlink and competing internet constellations proposed by OneWeb and Telesat. FCC approval allows satellite companies to provide communications services in the United States. The agency granted SpaceX market access in March 2018 for 4,425 satellites using Ku- and Ka-band spectrum, and authorized 7,518 V-band satellites in November. SpaceX’s modified plans apply to the smaller of the two constellations.  line feed character character in |citação= at position 198 (ajuda)
  19. elonmusk (11 de maio de 2019). «These are production design, unlike our earlier Tintin demo sats» (Tweet) (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2019 – via Twitter 
  20. Langbroek, Marco (25 de maio de 2019). «WOWOWOW!!!! A SPECTACULAR view of the SpaceX Starlink satellite train!». Consultado em 26 de maio de 2019 
  21. Contact lost with three Starlink satellites, other 57 healthy, SpaceNews, 1 July 2019, accessed 1 July 2019.
  22. Cooper, Ben (17 de outubro de 2019). «Rocket Launch Viewing Guide for Cape Canaveral». Launchphotography.com. Consultado em 18 de outubro de 2019 
  23. Pietrobon, Steven (22 de julho de 2019). «United States Commercial ELV Launch Manifest». Consultado em 22 de julho de 2019 
  24. Dortch, Marlene (julho de 2019). «SpaceX NGSO MOOA» 
  25. Bergin, Chris (2 de agosto de 2019). «SpaceX present to future: From retesting boosters to planning a Starship pad». NASASpaceFlight.com 
Ícone de esboço Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Erro de citação: Existem etiquetas <ref> para um grupo chamado "nota", mas não foi encontrada nenhuma etiqueta <references group="nota"/> correspondente