Gohatto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tabu (Gohatto))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gohatto (御法度)
Tabu (BR)
 Japão
1999 •  cor •  100 min 
Direção Nagisa Oshima
Roteiro Nagisa Oshima
Elenco Ryuhei Matsuda
Takeshi Kitano
Tadanobu Asano
Género Drama
Idioma Japonês

Tabu (御法度, Gohatto?) (1999) é um filme japonês produzido em língua japonesa, com legendas em idiomas ocidentais, dirigido por Nagisa Oshima que em 2000 foi apresentado no Festival de Cannes.[1] Foi lançado no Brasil com o título Tabu.

Este filme, sobretudo, permite um olhar íntimo na vida de uma escola de samurais do período bakumatsu, isto é, do fim da era dos samurais, no século XIX. A homossexualidade, na tradição shudo, faz parte integral do enredo.

Tratando-se de um filme sobre os bravios guerreiros samurais, a violência também é retratada de forma bastante vívida.

Após se render, Kondō Isami foi decapitado em Itabashi, no dia 17 de maio de 1868 (ou em 25 de abril de 1868, no calendário lunar).[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Takeshi Kitano - Hijikata Toshizo
  • Ryuhei Matsuda - Kano Sozaburo
  • Shinji Takeda - Okita Sōji
  • Tadanobu Asano - Hyozo Tashiro
  • Yoichi Sai - Kondō Isami (ver foto antiga nesta página)
  • Koji Matoba - Sugano Heibei
  • Masa Tomizu - inspetor Yamazaki Susumu
  • Masato Ibu - Ito Koshitaro
Kondō Isami (Kondō é o sobrenome de família).

Referências

  1. «Festival de Cannes: Taboo». festival-cannes.com. Consultado em 11 de outubro de 2009. 
  2. Kojima Masataka 小島政孝. Shinsengumi yowa 新選組余話. (Tokyo: Kojima-Shiryōkan 小島資料館, 1991), p.91.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.