Taking Woodstock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taking Woodstock
Taking Woodstock (PT)
Aconteceu em Woodstock (BR)
 Estados Unidos
2009 •  120 min 
Direção Ang Lee
Roteiro James Schamus, Elliot Tiber e Tom Monte
Género Comédia/Drama
Idioma inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Taking Woodstock (br: Aconteceu em Woodstock) é um filme de comédia e drama estadunidense de 2009, sobre o festival de Woodstock, de 1969, dirigido por Ang Lee. O roteiro escrito por James Schamus é baseado no livro de memórias Taking Woodstock: A True Story of a Riot, a Concert and a Life de Elliot Tiber e Tom Monte.[1]

O filme estreou em 2009 no Festival de Cannes,[2] e foi inaugurado em Nova Iorque e Los Angeles em 26 de agosto de 2009, antes de seu grande lançamento nos cinemas dois dias depois.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

É 1969. Quando o hotel dos pais de Elliot é ameaçado de despejo, ele oferece a área para promover um show de rock e arrecadar dinheiro. Ele só não imagina as enormes proporções que o festival de Woodstock terá. Baseado numa história real.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

As filmagens ocorreram de agosto a outubro de 2008, em New Lebanon, Nova Iorque e East Chatham, Nova Iorque, localizado no Condado de Columbia, e na Cidade de Nova Iorque.[1][3][4][5]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu revisões mistas dos críticos com uma pontuação de 48% no Rotten Tomatoes[6] e 55% no Metacritic.[7]

Roger Ebert no Chicago Sun-Times, escreveu: "[...] Lee e o escritor James Schamus não estão fazendo uma pastiche histórica. Esta é uma comédia com alguns interlúdios doces e outros que são alegremente por cima, tais como uma trupe teatral nua que vive no celeiro de Elliot, e Vilma, sua voluntário chefe da segurança do motel, um travesti ex-marinha interpretado por Liev Schreiber. como é que Schreiber, olhando como ele normalmente faz, exceto por uma peruca loira e um vestido, atuar um travesti? completamente em linha reta. ele funciona".[8]

Referências

  1. a b Novikov, Eugene (23 de abril de 2008). «Ang Lee Signs On for 'Taking Woodstock'» (em inglês). Cinematical.com. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Festival de Cannes: Taking Woodstock» (em inglês). festival-Cannes.com. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Guzman, Rafer (30 de julho de 2008). «Movie buzz: Ang Lee's Woodstock film» (em inglês). Newsday. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Ang Lee attends NY screening of 'Taking Woodstock'». The Associated Press (em inglês). Newsday. 30 de julho de 2009. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. Schoemer, Karen (20 de agosto de 2009). «Turn On, Tune In, Turn Back the Clock» (em inglês). New York Times. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. «Taking Woodstock» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. «Taking Woodstock Reviews, Ratings, Credits, and More at Metacritic» (em inglês). Metacritic.com. 17 de dezembro de 2009. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. Ebert, Roger (26 de agosto de 2009). «Taking Woodstock» (em inglês). Chicago Sun-Times. Consultado em 03 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.