The Courtship of Eddie's Father (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Courtship of Eddie's Father
As noivas do papá (PRT)
Papai precisa casar (BRA)
Cartaz do filme
 Estados Unidos
1963 •  cor (metrocolor) •  118 min 
Direção Vincente Minnelli
Produção Joe Pasternak
Roteiro John Gay
Elenco Glenn Ford
Ron Howard
Shirley Jones
Stella Stevens
Gênero comédia
romance
Música Georgie Stoll
Distribuição Metro-Goldwyn-Mayer
Lançamento 1963
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Courtship of Eddie's Father (br.: Papai precisa casar / pt.: As noivas do papá) é um filme de comédia romântica estadunidense de 1963, dirigido por Vincente Minnelli para a Metro-Goldwyn-Mayer. O roteiro se baseia em livro homônimo de 1961 de Mark Toby. O livro também foi adaptado para série de TV homônima, lançada em 1969.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O menino de seis anos Eddie Corbett ficou órfão de mãe e se preocupa com a solidão de seu pai, o gerente de emissora de rádio de Los Angeles Tom Corbett. E o incentiva a conhecer outras mulheres. O menino fica amigo da insegura e bonita Dollye Daly e tenta juntá-la a seu pai e depois tenta fazer com que a vizinha e divorciada Elizabeth, que fora muito amiga da mãe dele, namore com ele. Mas Tom, apesar de atraído por Elizabeth, não gosta de ficar com ela pois a faz lembrar de sua esposa. Ele prefere a companhia da sofisticada consultora de moda feminina Rita Behrens, que, contudo, não conta com a simpatia de Eddie. A governanta, Senhora Linvigston, que cuida de Eddie durante o dia, também tenta ajudar Elizabeth e Tom a ficarem juntos.

Produção[editar | editar código-fonte]

Os direitos para o cinema do livro foram comprados pela MGM por cem mil dólares, em 1961.[1] The Chicago Tribune qualificou o livro de (tradução livre) "profundo e, ao mesmo tempo, muito divertido ".[2]

O produtor Joe Pasternak contratou John Gay para escrever o roteiro e trouxe Glenn Ford para ser o protagonista.[3] Shirley Jones aceitou o papel, em parte porque ela não teria que cantar.[4]

Roberta Sherwood, cantora de boate e apresentadora de TV, aparece em seu primeiro filme.[5] Seu personagem fica o tempo todo aprendendo espanhol pois diz que a filha se casou com um homem da "América do Sul" e quer saber o que dirão dela quando for visitá-la mas ao final se sabe que ela se enganou, pois o marido é do Brasil e ela se decepciona ao saber que a língua falada lá é português.

Pasternak disse que ele entrevistou muitas crianças para interpretar Eddie mas quando viu Ron Howard pensou "Eu sabia que ele faria bem".[6]

As cenas do jogo de boliche foram realizadas no antigo Paradise Bowl, localizado na 9116 South Sepulveda Boulevard em Los Angeles (cerca de três quilômetros ao norte do Aeroporto Internacional de Los Angeles).

Uma cena de Mogambo aparece na televisão, assistida pelo personagem de Glenn Ford.

Referências

  1. "Trade in Stories for Filming Brisk: Brando's Partner Re-signed; Old Globe Prepares for Bard" Scheuer, Philip K. Los Angeles Times 13 de junho de 1961: 25.
  2. "Antidotes to the State of the World" Butcher, Fanny. Chicago Daily Tribune 6 de agosto de 1961: c3
  3. "Genevieve's Revue Short on Novelties: Jack Paar Discovery Tries 'Evening' on Intime Scale" Scheuer, Philip K. Los Angeles Times 21 de março de 1962: C15.
  4. "Hamlet Tired of Taking Prattfalls" Scott, John L. Los Angeles Times 15 de julho de 1962: A5.
  5. "HOLLYWOOD CALENDAR: Anne Bancroft a Swinger in Tarzan League" Scott, John L. Los Angeles Times 17 de março de 1963: M8.
  6. "Sick Movies? Can't Do 'Em---Pasternak: Stories Written in Blood, Not Ink, Industry's Need" Scheuer, Philip K. Los Angeles Times 25 de março de 1963: C11.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]