The Last Angry Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Last Angry Man
 Estados Unidos
1959 •  p&b •  100 min 
Direção Daniel Mann
Produção Fred Kohlmar
Roteiro Richard Murphy
Gerald Green (roteiro e romance)
Elenco Paul Muni
David Wayne
Betsy Palmer
Gênero drama
Música George Duning
Direção de fotografia James Wong Howe
Direção de arte Carl Anderson
Figurino Jean Louis
Edição Charles Nelson
Companhia(s) produtora(s) Columbia Pictures
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 22 de outubro de 1959
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Last Angry Man é um filme norte-americano de 1959, do gênero drama, dirigido por Daniel Mann e estrelado por Paul Muni e David Wayne.[1]

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme, escancaradamente sentimental, trata de alguns valores fundamentais, como honestidade, decência e caridade, ao mesmo tempo em que dá algumas estocadas na profissão de médico e na televisão comercial.[1]

The Last Angry Man foi o último trabalho de Paul Muni no cinema e deu-lhe a sexta indicação ao Oscar de Melhor Ator (venceu em 1937 por The Story of Louis Pasteur). Enquanto Muni se despedia, Billy Dee Williams fazia sua estreia como um homem acusado de ter roubado um carro.

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos dez melhores filmes da carreira de Paul Muni.[2]

Em 1974, a Screen Gems produziu uma refilmagem para a ABC, com Pat Hingle como protagonista.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O doutor Sam Abelman tem uma clínica em um bairro pobre de Nova Iorque, onde ajuda os pacientes desinteressadamente. Woodrow Thrasher, produtor de televisão, precisa desesperadamente de um sucesso, daí ele imagina fazer um programa sobre o médico benfeitor, mas o doutor Sam não tem tempo para essas trivialidades. Woodrow, então, pede ao doutor Max Vogel, velho amigo de Sam, que o convença a aceitar a proposta. Sam, ao saber que poderá extravasar todo seu ressentimento contra os mercenários companheiros de profissão, cede por fim. Mas o Destino, imprevisível, interfere...

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator (Paul Muni)
Melhor Direção de Arte (preto e branco)
Indicado
Indicado
New York Film Critics Circle Awards NYFCC Melhor Ator (Paul Muni Segundo Lugar

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Paul Muni Doutor Sam Abelman
David Wayne Woodrow Thrasher
Betsy Palmer Anna Thrasher
Luther Adler Doutor Max Vogel
Claudia McNeil Senhora Quincy
Joby Baker Myron Malkin
Joanna Moore Alice Taggart
Nancy R. Pollock Sarah Abelman
Billy Dee Williams Josh Quincy
Robert F. Simon Lyman Gattling
Dan Tobin Ben Loomer
Portal A Wikipédia tem os portais:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b HIRSCHHORN, Clive, The Columbia Story, Londres: Pyramid Books, 1989 (em inglês)
  2. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o